Polícia britânica prende suspeito de hackear estrelas da música

LONDRES (Reuters) - A polícia britânica prendeu nesta sexta-feira um homem suspeito de hackear artistas famosos para roubar músicas não lançadas e vendê-las por criptomoedas.

A polícia da City of London disse que o jovem de 19 anos foi preso em Ipswich, cidade no leste da Inglaterra, após receber uma dica do escritório do promotor público de Manhattan.

Eles também revistaram uma propriedade no norte de Londres.

"A ação marca um ponto significativo em nossa investigação sobre indivíduos responsáveis por roubar músicas e vendê-las em sites de streaming ilegais em todo o mundo", disse o inspetor-detetive Nick Court, da Unidade de Crimes de Propriedade Intelectual da Polícia da Cidade de Londres, em comunicado.

O escritório da promotoria de Manhattan abriu a investigação com base em referências das empresas de gestão dos artistas.

As músicas foram roubadas de vários grandes artistas e vazaram online nos últimos anos.

Em junho, a banda britânica Radiohead lançou um álbum de demos e outtakes de 1997, em resposta a um ladrão que supostamente colocou o material à venda por 150 mil dólares.

E em 2015, um ex-participante da versão israelense de "American Idol" foi preso por invadir computadores de artistas como Madonna, que se queixaram sobre o vazamento de faixas inacabadas de um álbum não lançado.

(Por Andy Bruce)