PM resgata criança mantida dentro de barril pelos pais no interior de SP: 'Chegou a se alimentar de fezes'

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Blurry shadow silhouette of two boys confronting each other in school yard
“Ele disse para mim que chegou a comer fezes, porque não davam comida para ele”, disse o sargento ao jornal (Foto: via Getty Creative)

A Policia Militar resgatou no sábado (30) uma criança de 11 anos que era mantida por um casal dentro de um barril, amarrada e com o tampo fechado por uma peça de mármore. O caso aconteceu em Campinas, no interior de São Paulo.

De acordo com o UOL, uma denúncia anônima levou os policiais até o local, localizado no Jardim Itatiaia, periferia da cidade. Segundo o sargento responsável por guiar a investigação, Mike Jason, a situação em que o menino foi encontrado era “desoladora”.

“Ele disse para mim que chegou a comer fezes, porque não davam comida para ele”, disse o sargento ao jornal.

De acordo com a PM, o menino não era filho biológico do casal. Segundo homem responsável pela criança relatou à polícia, “uma mulher, usuária de drogas, e com quem ele teve relação, afirmava que o filho era dele”. “Essa usuária abandonou o menino com ele e a atual companheira", afirmou o sargento.

Segundo o UOL, a tia do garoto disse que o menino teria um “problema psiquiátrico” e que "dava muito trabalho".

Leia também

A criança foi levada para o Hospital Ouro Verde, também em Campinas, com quadro de desidratação extrema. O menino foi alimentado e aguarda resultados de exames. A alta só vai acontecer quando ele estiver em um peso considerado ideal.

Nesta segunda-feira (1º), o jornal R7 informou que o menino segue internado e deverá ser encaminhado a um abrigo assim que receber alta.

O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher de Campinas. O pai, a madastra e a irmã mais velha do garoto, suspeitos de praticar os crimes, foram presos em flagrante, segundo o jornal.