PANCs: conheça 5 plantas que podem ser consumidas

A flor de hibisco esta entre as PANCs mais famosas (Getty Images)

Acrônimo para Plantas Alimentícias Não Convencionais, as PANCs vêm conquistando os pratos de muitos restaurantes por aí. A sigla foi criada pelo biólogo Valdely Kinupp e, em resumo, classificam uma série de plantas que podem ser consumidas sem causar danos à saúde e, de quebra, deixam as refeições bem bonitas.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

No Brasil, existem mais de 300 espécies de PANCs sendo regularmente utilizadas na preparação de diferentes refeições, de restaurantes famosos a refeitórios. Embora, ao todo, tenham sido identificadas milhares de espécies com potencial de consumo.

Leia também

Ora-pro-nóbis, taioba e hibisco são as mais famosas

Para quem é consumidor iniciante e não conhece muito bem do assunto, vale a dica: pesquisa o nome científico das plantinhas previamente e, assim, não correr o risco de confundir com uma flor comum e acabar comendo e sofrendo uma intoxicação.

Há, inclusive, algumas PANCs que estão por aí, disponíveis na cidade, mas por conta da proximidade com os locais urbanos e com a poluição, seu consumo não é recomendado. Alguns exemplos de PANCs bastante encontradas no mercado:

Peixinho-da-horta é a queridinha dos veganos

Esta recebeu o nome por ter uma aparência parecida com a de um peixinho, como a sardinha. Ela é bastante consumida empanada e é uma preparação queridinha de vegetarianos e veganos.

Ora-pro-nóbis é rica em proteína

Quem está pesquisando sobre o mercado de PANCs sempre dá de cara com essa a Ora-pro-nóbis: ela também é bastante consumida por vegetarianos e veganos especialmente por ser rica em proteínas.

Cumaru substitui a baunilha

A semente de cumaru é bastante utilizada na fabricação de cosméticos, mas ganhou recentemente um lugar na cozinha - especialmente na confeitaria - por ter um gosto semelhante ao da baunilha.

Taioba deve ser consumida refogada

Taioba é uma dessas espécies que pode ser facilmente confundida. A planta comestível é bastante saborosa e rica em vitaminas A, B, C, além de cálcio e ferro. Ela deve ser consumida refogada, porque contém uma substância que pode causar uma leve irritação na boca, se consumida crua.

Além de chá, o hibisco pode ser cozido

O Hibisco, além da sua forma mais clássica e seca, usada para fazer chás, também têm suas folhas e flores consumidas in natura ou cozidas para compor diferentes preparações.