Phelipe Siani corrige fala de Dante Mantovani em defesa de Mari Palma

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista Phelipe Siani interrompeu a fala do maestro Dante Manovani, que foi reconduzido para a presidência da Fundação Nacional de Arte (Funarte), durante a transmissão ao vivo do programa Live da CNN Brasil, do qual apresenta ao lado de Mari Palma.

Siani se incomodou com o fato do presidente da Funarte ter chamado Mari Palma de repórter, após insinuar que ela teria dado uma informação falsa sobre a sua demissão no cargo, que nesta terça (5) foi revisado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"A repórter aí acabou de dizer que eu fui demitido da outra vez por causa de um vídeo e não procede, eu não fui demitido por causa de um vídeo. O vídeo que a senhora falou aí, eu gravei antes de ser nomeado, tá? Isso tem que ficar muito claro", afirmou Manovani.

A partir disso, o jornalista rapidamente corrigiu a fala do maestro e ressaltou: "Só para ficar claro, maestro, desculpa interromper o senhor, não é repórter é apresentadora do 'Live', a Mari Palma."

A polêmica em questão discutida por eles é sobre um vídeo, que foi circulado na web, em que Dante Mantovani relaciona o rock ao satanismo. Ele foi demitido em março por Regina Duarte, que assume a Secretaria Especial da Cultura.

Phelipe Siani e Mari Palma reforçaram a fala da apresentadora se tratava somente da repercussão da filmagem, que acabou coincidindo com a demissão de Mantovani na época.