BBB20: 5 provas de que Petrix é o tipo de homem que as mulheres precisam evitar

Petrix, 'BBB 20' (Foto: Reprodução)

O 'BBB 20' já está rendendo uma série de problematizações importantes sobre o comportamento masculino. Mas um dos participantes, em especial, tem mostrado como o machismo é muito mais comum e normalizado do que imaginamos. 

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Petrix tem escancarado, dia após dia, um tipo de comportamento que as mulheres precisam lidar cotidianamente e, na maioria das vezes, caladas - resultado de uma cultura que diferencia o tratamento entre os gêneros e objetifica a mulher. 

Leia também

Por isso, separamos comportamentos que, apenas em uma semana de confinamento, foram o suficiente para nos mostrar que Petrix é o tipo de homem que tem muito a aprender sobre a forma como se comporta e como se relaciona com as mulheres, e que tem confirmado, a torto e a direito, ideias machistas no programa. 

1.Ofende usando um movimento social

Feminismo se tornou um termo polêmico pela falta de conhecimento sobre ele. Em essência, o feminismo defende o tratamento igualitário, em todas as esferas sociais, de homens e mulheres, mas se tornou uma ofensa na boca de alguns. Um deles foi próprio Petrix, que mais de uma vez usou o termo para maldizer as mulheres da casa, dizendo que são "feministas demais" - como se isso fosse algo ruim. É por conta do movimento feminista que, hoje, as mulheres detém direitos básicos, como o direito ao voto. 

2.Avalia mulheres pela aparência

Em um dos comentários mais polêmicos que fez até agora, Petrix comentou em uma conversa com outros brothers que estava um pouco decepcionado com a "qualidade" das mulheres desta edição do 'BBB'. Segundo ele, "a qualidade podia ter sido melhor", e não vê no confinamento nenhuma mulher realmente interessante. Isso é reforçar uma ideia de que o valor de uma mulher está na sua aparência e que existem mulheres de melhor ou pior qualidade por causa do seu aspecto físico. 

3.Objetifica mulheres

Em uma conversa com a sister Marcela, o brother confirmou a ideia de que as mulheres têm a função de suprir as necessidades sexuais dos homens - a chamada "objetificação". Ao falar, justamente, que sentia nojo de homens que tratam mulheres como objetos, o participante respondeu "No meu ver, os homens têm necessidades, né?". Não foi sem motivo que ele recebeu uma resposta à altura da médica: "Necessidade a gente tem de comida, não de mulher". 

4."Agarra" e “se esfrega”sem permissão

Mas, talvez, a maior polêmica envolvendo Petrix é esta: a forma como ele tem agarrado Bianca ao longo do programa. Na primeira vez, durante uma festa, ele abraçou a sister e a "balançou" de um lado para o outro, bem colado ao corpo dele, além de aparentemente passar as mãos nos seios da sister. As imagens geraram revolta na internet, e o participante foi acusado de assédio, principalmente porque Bianca estava alcoolizada. Ela mesma negou o assédio, mas a internet não perdoou. 

Eis que, alguns dias depois, após a eliminação de terça-feira (28), ele abraça Bianca e, mais uma vez, a chacoalha contra o seu corpo. A prova do desconforto de todos ficou estampada na cada de Flay, que ficou encarando o ginasta de cima a baixo. 

Falando em Flay… a própria foi alvo da última do brother. Durante a festa que aconteceu na noite de quarta-feira (29), o ginasta se esfregou na sister, que estava sentada no chão, depois de beber bastante. Como você pode ver na imagem abaixo, ele “senta” na cabeça da participante. Enquanto os outros bothers acham a cena divertida (“É o famoso quebra-nozes", dizem), a sister aparece bastante desconfortável nas imagens.

Foi a cereja do bolo para que a hashtag #PetrixExpulso se tornou uma das mais comentadas no Twitter - e os apelos para que o participante seja expulso da casa não param de aparecer.

5.Reforça estereótipos

Por fim, mas não menos importante, Petrix já demonstrou que reforça de novo e de novo estereótipos a respeito das mulheres. Principalmente, que as mais novas são "mais desejáveis". Na mesma conversa em que reclamou da "qualidade" das participantes, ele disse que não tinha nenhuma "novinha" ("assim, 25 anos") entre as sisters. 

Já sabemos que mulheres acima de uma certa idade se tornam praticamente invisíveis para a sociedade como um todo, com a desculpa tanto de que "perdem a beleza" como que deixam de cumprir a sua função primordial na visão masculina - de reproduzir. 

É preciso notar que toda pessoa merece a oportunidade de mudar aquilo que pensa, rever os seus comportamentos e a maneira como se relaciona com as outras pessoas, mas, por enquanto, o que vemos é que Petrix é o tipo de homem que demonstra o máximo da autoestima do homem hetéro e do qual, talvez, seja melhor manter distância.