Peter Dinklage detona nova versão de Branca de Neve: "retrógrada"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
26th Screen Actors Guild Awards - Show - Los Angeles, California, U.S., January 19, 2020 - Peter Dinklage accepts the award for Outstanding Performance by a Male Actor in a Drama Series for
Peter Dinklage (homem com nanismo de barba e cabelo jogado sobre a testa; veste terno e gravata) recebe o prêmio Prêmio do Sindicato dos Atores de Melhor Ator em Série de Drama em 2020 (Foto: REUTERS/Mario Anzuoni)

Resumo da notícia:

  • Peter Dinklage, ator de "Game of Thrones", detonou em entrevista a nova versão de "Branca de Neve"

  • "Você é progressista de certa forma, mas ainda está fazendo aquela história retrógrada dos sete anões vivendo na caverna", disse ele

  • Em resposta, Disney se comprometeu a não escalar atores com nanismo nos papéis dos anões da história original

O remake da Disney para o clássico "Branca de Neve e Os Sete Anões" tem sido alardeado por alguns como um filme progressista por contar com uma atriz latina, Rachel Zegler, como protagonista. Para Peter Dinklage, astro de "Game of Thrones, no entanto, o novo filme deve ser usado para perpetuar antigos preconceitos contra pessoas com nanismo.

Em entrevista ao podcast "WTF with Marc Maron", publicada no início da semana, o ator de 52 anos desabafou sobre o projeto que ainda conta com Gal Gadot no papel da "Rainha Má". "Sem ofensa a nada, mas fiquei um pouco surpreso por… eles estavam muito orgulhosos de escalar uma atriz latina como Branca de Neve, mas você ainda está contando a história de 'Branca de Neve e os Sete Anões'", disse o ator.

"Dê um passo para trás e veja o que você está fazendo. Não faz sentido para mim", continuou Dinklage. "Você é progressista de certa forma, mas ainda está fazendo aquela história retrógrada dos sete anões vivendo na caverna. O que você está fazendo, cara? Será que eu não fiz nada para que a minha causa avançasse? Acho que não gritei o suficiente."

O ator prosseguiu com a crítica ao projeto dirigido por Marc Webb e ainda sem data de estreia. "Eles estavam tão orgulhosos da diversidade… Com todo amor e respeito à atriz e às pessoas que achavam que estavam fazendo a coisa certa, mas eu fiquei tipo, 'o que vocês estão fazendo?'", finalizou o intérprete de Tyrion em "GoT".

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Em resposta ao site The Wrap, a Disney respondeu às críticas feitas pelo ator. Sem rebater o mérito das colocações, o estúdio garantiu que atores com nanismo não serão escalados nos papéis dos anões da história original, sendo substituídos por criaturas mágicas no remake, todas elas criadas a partir de computação gráfica.

"Para evitar reforçar os estereótipos do filme de animação original, estamos adotando uma abordagem diferente com esses sete personagens e consultando membros da comunidade de nanismo. Estamos ansiosos para compartilhar mais à medida que o filme entra em produção após um longo período de desenvolvimento", esclareceu o estúdio.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos