Peter Bogdanovich, ícone da Nova Hollywood, morre aos 82 anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Peter Bogdanovich
    Peter Bogdanovich
    Cineasta norte-americano (1939-2022)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cineasta americano Peter Bogdanovich, de "A Última Sessão de Cinema" e "Lua de Papel", morreu aos 82 anos, confirmou a revista especializada Variety nesta quinta-feira (6). Ele morreu de causas naturais, em sua casa em Los Angeles.

Ícone da Nova Hollywood dos anos 1970, Bogdanovich também trabalhou como roteirista e ator, e cultivou uma carreira prolífica de seis décadas em Hollywood. Ele ainda estava na ativa e atualmente tinha uma comédia, "One Lucky Moon", em pré-produção.

Mas seu trabalho mais celebrado foi mesmo "A Última Sessão de Cinema", sobre um grupo de estudantes que, numa cidadezinha do Texas, precisa lidar com a decadência cultural e econômica ao seu redor. O longa foi indicado a oito estatuetas do Oscar e venceu duas --ator e atriz coadjuvantes, para Ben Johnson e Cloris Leachman.

Foi com o filme de 1971 que Bogdanovich conseguiu suas duas únicas indicações ao Oscar, em melhor direção e melhor roteiro roteiro adaptado. Ele não venceu, mas criou um sucesso de crítica e público que alavancou sua carreira e gerou comparações a Orson Welles, seu grande ídolo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos