Pessoas recuperadas da depressão enviam cartas de esperança aos que sofrem com a doença

A depressão pode atacar qualquer um de nós, e quando estamos mergulhados nela, achamos que será impossível superá-la.

[Foto: Pexels]

É por isso que um projeto maravilhoso está recrutando o auxílio daqueles que estão se recuperando com sucesso da depressão para inspirar quem precisa de ajuda.

Na iniciativa ‘The Recovery Letters’ (‘As cartas de recuperação’, em tradução livre), pessoas que estão se sentindo melhor após um período de depressão escrevem cartas para aqueles que ainda sofrem com a doença, compartilhando histórias pessoais e palavras de incentivo.

O projeto foi originalmente criado por James Withey, que pensou nisso enquanto estava no Maytree, um “santuário” para pessoas com pensamentos suicidas localizado em Londres, Inglaterra.

Alguns meses após seu criador passar um tempo em um hospital psiquiátrico, o ‘The Recovery Letters’ nasceu.

[Foto: Pexels] 

As cartas são publicadas no site do projeto, e podem ser livremente enviadas e acessadas.

“Não precisa ser assim, não vai ser sempre assim, você pode e vai melhorar. Eu sei, eu estou sobrevivendo,” escreve um dos colaboradores de Tim.

Alan escreveu: “Agora eu sei que os sentimentos e pensamentos destrutivos que me sugavam a vida não eram reais ou verdadeiros. Meus pensamentos e sentimentos não eram meus.”

James Withey disse ao The Huffington Post: “Durante todo o tempo do meu tratamento ninguém me disse que seria possível eu me recuperar da depressão, e parecia impossível que um dia eu conseguiria.”

[Foto: Pexels] 

“As pessoas sugeriam que eu lesse livros enormes de autoajuda sobre a depressão, e eu não conseguia ler nem uma frase. O que eu queria era poder ouvir de pessoas que tivessem passado pelo que eu estava passando que a recuperação era possível.”

“A intenção é tentar aliviar o forte sentimento de desespero que a depressão provoca,” ele continua.

“A depressão lhe diz que você nunca vai melhorar, que nunca mais vai sorrir, que nunca verá um sentido na vida, e eu queria um antídoto para as mentiras que ela conta. As cartas são pequenas doses de esperança.”

Alice Sholl