Peru, Chester ou tender? Veja a diferença entre as carnes de Natal e escolha a ideal para sua ceia

pessoa cortando peru de natal com banner escrito qual a melhor carne para o natal - TudoGostoso
pessoa cortando peru de natal com banner escrito qual a melhor carne para o natal - TudoGostoso

Reunir a família para a ceia é uma das principais tradições do Natal. Para receber tanta gente, a mesa precisa estar completa com bastante comida e vários pratos tradicionais, desde a deliciosa  rabanada tradicional até o polêmico arroz com passas. Para protagonizar a refeição, não pode faltar um prato com carne no centro de tudo.

Alguns servem Peru, outros gostam mais do Chester e outros optam por tender. Afinal, faz diferença essa escolha? As três carnes são tão populares durante o Natal que às vezes se confundem. Para tirar as dúvidas e ajudar na sua ceia este ano, descubra no TudoGostoso características, vantagens e receitas de peru, Chester e tender para ter uma ceia deliciosa.

Por que o peru é uma carne natalina?

Quando imaginamos uma ceia de Natal perfeita, logo vem em mente a imagem daquele peru assado enorme e douradinho. Chega a ficar com água na boca só de imaginar. A tradição de comer peru no Natal vem do início do século XX e foi “importado” do Dia de Ação de Graças dos Estados Unidos, uma ceia em família que acontece em novembro sempre com peru.

O peru é uma ave grande e, na ceia natalina, ela é assada e servida inteira, simbolizando a fartura do ano e alimentando bem todos os convidados. É uma carne branca, magra e com sabor bem forte, porém mais seca. Por causa disso, precisa marinar bem no molho para ficar suculenta. A dica é usar os sacos próprios para forno para manter toda a umidade na carne.

Para quem quer preparar a ave na ceia, o...

Veja mais

Veja Também

Pilão de madeira fedorento não dá! Aprenda como limpar o utensílio do jeito certo e acabe com o problema

Sobrou creme de leite? Veja como guardá-lo sem estragar

Caldo de legumes com talos e cascas: o jeito mais fácil de encorpar receitas