'Peppa Pig' inclui casal lésbico entre seus personagens

A famosa série britânica de desenhos animados "Peppa Pig", estrelada por uma porquinha muito popular entre crianças em todo o mundo, apresentou mães lésbicas entre seus personagens, medida bem recebida pela comunidade LGBTQIA+.

No episódio 41 da sétima temporada, que foi exibido na terça-feira pelo Channel 5, Penny, a ursa polar, fala com seus colegas sobre suas duas mães.

"Uma mãe é médica e a outra cozinha espaguete", diz Penny. "Eu amo espaguete", acrescenta. Então, as duas mulheres são vistas pegando a filha na escola.

Robbie de Santos, representante de Stonewall, uma ONG para a defesa dos direitos LGBTQIA+, descreveu como "fantástica" a primeira aparição de uma família homossexual.

"Muitos dos que veem o episódio terão duas mães ou dois pais e faz sentido para muitos pais e filhos que suas experiências sejam representadas em um programa infantil de sucesso", disse à BBC.

A iniciativa, que oferece visibilidade às pessoas LGBTQIA+ em uma série infantil em que ainda são pouco representadas, também foi elogiada nas redes sociais.

"É assim que as crianças pequenas devem ser ensinadas", afirma uma mensagem no Twitter.

Embora os personagens LGBTQIA+ já tenham aparecido nos programas infantis, esta é a primeira vez em seus 18 anos de história que os criadores de Peppa Pig decidem incluí-los.

Há dois anos, uma solicitação que coletou quase 24.000 assinaturas solicitou incluir uma família com pais do mesmo sexo no programa.

Outro programa infantil britânico exportado internacionalmente, "Thomas e seus amigos", em breve contará com um personagem autista, que terá a voz de um garoto de nove anos com autismo.

vg-acc/avl/aa