Pepê e Neném apoiam Bolsonaro contra gays e revoltam público

Cantoras falam sobre beijo em público (Reprodução/facebook.com/pepe&nenem)

Apesar de serem lésbicas assumidas, as cantoras Pepê e Neném, 41, revoltaram a comunidade LGBT ao declararem em um vídeo divulgado na web que elas apoiam o deputado federal Jair Bolsonaro, 62.

E tem mais! Fora isso, as irmãs gêmeas ainda se disseram contra os homossexuais trocarem beijos em público.Eu concordo com algumas atitudes que você (Bolsonaro) vem falando, e a gente também não aceita certas coisas. É claro que cada um faz o que quer da sua vida, mas acho que entre quatro paredes você faz o que você quiser. Ninguém é obrigado a ver nada de ninguém. No meio da rua, no cinema… Tem gente que passa do limite. Para que você vai passar para a rua coisas que você pode fazer dentro de um quarto?“, disseram elas.

Leia mais:
Thais Fersoza comenta sobre Teodoro e Melinda: ‘Sinfonia de choro’
Roberto Justus presenteia Rafinha com boneca gigante e choca os internautas

Se você está com vontade de beijar sua namorada, não fica exagerando, porque pode ter uma criança passando. Tenha limite. Não é porque somos lésbicas que temos que aceitar tudo. Não é assim, o certo é o certo, o errado é o errado. E a gente não está aqui para passar a mão na cabeça de ninguém. A gente tem que respeitar a família. Aí o gay vai falar: ‘Porque os héteros podem se beijar?’. O mundo é para todos, mas certas coisas não é bom fazer, porque você, além de ser gay, é muito julgado por isso. Vamos fazer em quatro paredes”, acrescentaram as famosas que foram detonadas pelo público.