Penélope Nova faz cirurgia nos seios e diz: "Baseei minha identidade sexual no meu decote"

Penélope Nova. Foto: reprodução/Instagram/penelope_nova

Penélope Nova decidiu compartilhar com seus seguidores a decisão de passar por uma cirurgia nos seios pela terceira vez. A apresentadora contou no Instagram que optou pela “remoção por contratura da prótese prévia” e relatou como se relaciona com o próprio corpo.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Eu me tornei muito peituda da noite pro dia. Acordei usando 46. Não chegou a ser um problema pra mim - eu não tinha vergonha do fato, não usei roupas largas pra esconder nem pensei em me curvar tentando. Mas eu achava feio aquilo. Achava que me engordava, que ‘sobrava’ em mim. Cheguei a pensar em operar, mas, como a ideia não repercutiu nem minimamente em casa, foi reduzida a pensamento passageiro. Além disso, comecei a namorar, e ele, que adorava minha fartura, acabou desviando a minha atenção pras possibilidades que vinham no pacote. Baseei minha identidade sexual no meu decote e parti pra vida adulta”, disse.

Leia também:

Segundo ela, a vontade de passar por um procedimento foi adiada por bastante tempo.

“A estratégia não poderia ter sido mais eficaz e, assim, muitos anos se passaram até o incômodo voltar, desta vez num novo formato: o murcho. A essa altura, eu havia emagrecido bastante e eles, meus peitos, haviam caído. Surpreendentemente, aquilo que todo mundo percebeu pelo que, de fato, era, foi percebido como positivo por mim: meu peito estava bem menor e isso, mais que o resto, me felicitava. Só que estava horrível (sério, dava pra abanar a pele com o secador de cabelo, era bizarro)”, disse.

Penélope explica ainda que a foto “não mostra a complexidade de sua relação com seus peitos”.

“Por anos, eles foram a porta de entrada pra minha personalidade. Simplesmente porque estavam ali, na frente de qualquer outra coisa, impossíveis de serem ignorados. E se, por um lado, eu encontrei uma maneira saudável de trabalharmos juntos, por outro, nunca nos demos realmente bem. Eu nunca os vi como meus, reconheci como meus. Na minha cabeça, eu sempre tive peitos menores, que me davam liberdade de vestir qualquer coisa, sem me preocupar com julgamentos morais. De correr sem sentir dor e de não vestir soutien. Peitos que não me tornavam uma matrona achatada e gordinha, por mais essa tabela. Peitos que me permitissem ser sensual e sexual como eu me sentia - não como me via obrigada”, contou.

A apresentadora aproveitou o desabafo para mandar um recado a seus admiradores em relação à autoaceitação.

“Também é bom lembrar que muitas vezes a gente não pode fazer o que quer, sobretudo na hora que quer. Mas, por mais importante que resolver externamente uma questão como essa seja, tê-la destrinchado internamente é ainda mais fundamental ... Pra que, no momento certo, de decisão tomada, alma lavada e borboletas no estômago, você possa se sentir mais vibrante do que nunca, por estar prestes a se tornar quem realmente você sente que é. Sem medo de ser feliz”, disse.

Penélope Nova após cirurgia. Foto: reprodução/Instagram/penelope_nova

Nos Stories, ela compartilhou uma foto após a cirurgia e explicou o longo processo até decidir trocar a prótese. Na ocasião, ela foi convencida pelo médico a colocar um tamanho maior do que o planejado inicialmente.

“Cinco anos depois, tive contratura nas duas próteses. Tive que tirar tudo. Busquei saber se dava para trocar na mesma operação. Dois plásticos disseram que era arriscado e que não ficaria tão bom quanto se eu esperasse a recuperação total do tecido. Assim, eu me recolhi e esperei porque queria que ficasse perfeito. Até lá, o farol seguiu baixo. Quando, finalmente, os dois anos se passaram, a vida ruiu, me destruiu e estava falida. Depois, vi que o cirurgião dos meus sonhos estava na minha frente e chegou o dia”, relatou.