Pela primeira vez em quase 60 anos, bilheterias dos EUA são dominadas por mulheres

(Imagem: divulgação Warner)

A guinada feminista que marcou 2017 em Hollywood se refletiu também nas bilheterias. O ano fechou com três filmes protagonizados por mulheres como os de maior arrecadação nos cinemas dentro do território norte-americano: ‘Star Wars – Os Últimos Jedi’, ‘A Bela e a Fera’ e ‘Mulher-Maravilha’.

Mesmo tendo sido lançado apenas na última quinzena de dezembro, o oitavo capítulo da franquia criada por George Lucas, que traz Rey (Daisy Ridley) como heroína principal, já superou os US$ 517 milhões em ingressos vendidos, número alcançado pela adaptação da Disney estrelada por Emma Watson.

‘Mulher-Maravilha’, que trouxe Gal Gadot como a princesa amazona, fechou sua passagem pelas salas dos EUA com um total de US$ 412,5 milhões.

A última vez que três longas com mulheres como protagonistas dominaram as três primeiras posições nas bilheterias de lá aconteceu em 1959. Naquele ano, ‘No Sul do Pacífico’, ‘A Mulher do Século’ e ‘Gata em Teto de Zinco Quente’ foram os destaques.

É difícil, porém, que o feito se repita em 2018. ‘Vingadores: Guerra Infinita’ e ‘Han Solo – Uma História Star Wars’ despontam como principais favoritos aos primeiros lugares. Entre os filmes com protagonistas femininas, ‘Tomb Raider: A Origem’, ‘Oito Mulheres e um Segredo’ e ‘X-Men: Fênix Negra’ aparecem como possíveis candidatos a se dar bem no ranking.