Pedro Novaes sobre os pais famosos: 'Não posso ter vergonha de pedir conselhos'

Pedro Novaes (Foto: Brazil News)

No ar como Felipe de “Malhação – Toda Forma de Amar“, na Globo, Pedro Novaes traz um “carimbo” em sua estreia como primeiro protagonista na televisão: ele é filho de pais famosos, os atores Letícia Spiller e Marcello Novaes. Sem carregar qualquer peso ou cobrança por isso, o ator, de 22 anos, revela que tenta apenas focar nas vantagens de ter dois artistas na família, e recebe diariamente, sem vergonha alguma de pedir, conselhos valiosos para a profissão.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Em conversa com o Yahoo, Pedro confidenciou que nem sempre teve vontade de ser ator e, conciliando a carreira com a música – na qual é baterista na banda Fuze – ele enxerga que conseguirá viver para sempre da vida artística.

Leia Mais: Anitta inspira atriz que viverá funkeira em ‘Malhação’: ‘Ela marcou a minha adolescência’

Não queria ser ator quando era mais novo, mas isso sempre foi uma porta que eu deixei aberta na minha vida. Um belo dia senti esse desejo e resolvi arriscar. Sempre joguei muito aberto com os meus pais e só aproveito as vantagens de ter dois atores em casa. Pergunto tudo. Peço dica. Meus pais fazem isso há mais de 30 anos, tenho mais é que aproveitar. Eles fazem muitas críticas construtivas e eu só absorvo”, diz o ator.

Questionado sobre parecer fisicamente com o pai, Pedro fica tímido e diz que isso sempre foi algo positivo. “Não tenho muito o que falar, só que é um prazer. Eu admiro demais o meu pai”.

Ele completa: “Meu pai me ensina muitas coisas técnicas, do set de filmagem, sabe? E a minha mãe vem com a coisa mais sensível, sobre sentir o que a cena me pede. Um complementa o outro nisso.”

A vontade de estar no elenco de “Malhação” também veio por incentivo de dentro de casa. Pedro foi convidado para a novela e, ao se lembrar que a mãe já havia participado, não pensou duas vezes: “Sempre assisti ‘Malhação’, minha mãe já fez, então sempre tive muito contato com esse produto. Acabou sendo um sonho para mim.”

Música e TV sempre juntas

Mesmo com uma agenda corrida de gravações na TV, Pedro garante que não tem deixado de lado o trabalho com a banda Fuze. Para ele, o momento é também de crescer na música e por isso vale cada esforço para conseguir conciliar os dois trabalhos.

“Muita organização, agenda. Cada hora, cada minuto, tudo é muito programado. E em nenhum momento eu quero parar com a banda. Agora é o momento das duas coisas correrem com muita energia”, diz ele, que na música trabalha ao lado do irmão, Diogo Novaes.