Dilma Rousseff lamenta morte de Paulo Gustavo: “Artista de alma generosa”

·3 minuto de leitura
Paulo Gustavo e Dilma Rousseff durante encontro no Palácio da Alvorada em 2013 (reprodução/Dilma Rousseff)
Paulo Gustavo e Dilma Rousseff durante encontro no Palácio da Alvorada em 2013 (reprodução/Dilma Rousseff)

A ex-presidenta Dilma Rousseff usou sua conta no Twitter para lamentar a morte de Paulo Gustavo nesta quarta-feira (5). O ator teve a morte divulgada na noite terça-feira após 53 dias de internação por conta da covid-19.

“É com imenso pesar que recebo agora pela manhã a notícia da morte de Paulo Gustavo. O Brasil perde um ator extraordinário, um humorista popular que alegrou a todos nós e encheu o país de risadas e amor. Era um artista de alma generosa e genuinamente comprometida com o povo do nosso país”, escreveu.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia também

Paulo e Dilma se encontraram em 2013 no Palácio da Alvorada em um café da manhã. “Lamento imensamente que a Covid-19 tenha levado este talentoso brasileiro, privando-nos de sua presença marcante nas telas de cinema, nos teatros e na televisão”, completou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A ex-presidenta ainda mostrou seu pesar à família. “Meus sentimentos de dor e pesar a toda família de Paulo – ao marido Thales Bretas e seus dois filhos e à dona Déa Lúcia. A todos nós, seus fãs, deixo meu respeito e a certeza de que sua lembrança permanecerá para sempre na memória afetiva do povo. Sua estrela agora brilha mais firme no firmamento da dramaturgia nacional. Viva Paulo Gustavo”, concluiu.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Morte de Paulo Gustavo

O ator estava internado em um hospital particular do Rio de Janeiro desde o último dia 13 de março e pouco mais de 10 dias depois precisou ser sedado, intubado e monitorado na UTI.

O último boletim médico do ator foi divulgado às 21h12 para anunciar a morte. "Lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da covid-19 e suas complicações."

"Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento. A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos", diz o documento.

O corpo do ator será velado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, no centro da cidade, nesta quarta. A informação foi divulgada pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo".

Famosos e políticos lamentaram a partida precoce do humorista

A humorista Dani Calabresa foi uma das primeiras a falar sobre a morte nas redes sociais. "Meu Deus... não sei o que escrever... Paulo Gustavo. uma pessoa que fez o país gargalhar. Não dá pra acreditar. Que tristeza", publicou.

Preta Gil, uma das melhores amigas, também postou uma mensagem logo na sequência. "Descanse em Paz meu irmão, você iluminou nossas vidas aqui na terra e agora vai iluminar aí de cima! Te amo eternamente! GÊNIO meus sentimentos a Déa, Thales, Juju seu Júlio, Tia Penha, Gael e Romeo amo vocês", escreveu.