Paulo Gustavo ganha homenagem em nova temporada de 'Vai que Cola'

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 11.12.2019 - O ator Paulo Gustavo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 11.12.2019 - O ator Paulo Gustavo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

Vão começar as gravações da 10ª temporada de "Vai que Cola", no Multishow. Na semana que vem, meados de junho, Catarina Abdalla, Marcus Majella, Cacau Protásio, Samantha Schmütz e Luis Lobianco dão início às filmagens dos 40 episódios previstos - e a expectativa é que, além de fazer rir, o humorístico exiba momentos emocionantes.

Paulo Gustavo, que morreu em maio do ano passado por complicações da Covid-19, ganhará algumas homenagens. Ele era o malandro Valdomiro Lacerda, um dos personagens centrais do programa e elo de ligação entre os núcleos.

"Vamos fazer várias referências ao Paulo nos textos", antecipa ao site F5 Luís Lobianco, 40, intérprete do personagem Reginel. Ele evita dar spoilers ("Não posso fazer isso"), mas não esconde: o ator, que era amigo pessoal de boa parte do elenco, será lembrado em alguns momentos do programa - o improviso sempre foi uma de suas marcas.

Saudades e tristezas à parte, Luís, há dez anos na TV, comemora a boa fase pela qual o mercado vem passando no pós-pandemia. "O streaming chegou com tudo aqui no Brasil e isso ótimo", opina. Ele lamenta, no entanto, o cenário de pouco investimento público em cultura.

Lobianco diz não entender como formadores de opinião podem se manter isentos politicamente nesta conjuntura atual. "É estranho um artista não se posicionar diante disso tudo. A arte e a cultura são dois dos setores mais atacados e vilanizados pelo atual governo", dispara.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos