Paulo André expõe ataques racistas a ele e ao filho de um ano

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 15.05.2019 - Retrato do atleta Paulo André na pista de atletismo do Clube Pinheiros, em São Paulo. PA, com é chamada no reality BBB 22 (Big Brother Brasil), da TV Globo, está na final do programa com os atores Arthur Aguiar e Douglas Silva, o DG. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 15.05.2019 - Retrato do atleta Paulo André na pista de atletismo do Clube Pinheiros, em São Paulo. PA, com é chamada no reality BBB 22 (Big Brother Brasil), da TV Globo, está na final do programa com os atores Arthur Aguiar e Douglas Silva, o DG. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Vice-campeão do Big Brother Brasil 22 (Globo), atleta e modelo, Paulo André, 24, expôs na internet alguns ataques racistas que ele tem recebido eu suas mensagens privadas no Instagram. As ofensas surgiram após ele publicar imagens do aniversário do filho de um ano.

"Vou apresentar um pouquinho do meu direct para vocês que estão dizendo que não é necessário. Preto vencendo incomoda", escreveu ele antes de mostrar parte do conteúdo criminoso.

Dentre as ofensas, ele foi chamado de macaco e o filho de sagui. Também recebeu emojis de macaco e banana em fotos e foi chamado de "ridículo como pai".

"Quem não é da cor fala que é maluquice. Usando pauta racial de forma desnecessária?", indagou o atleta que não disse se pretende levar as denúncias à polícia.