Paula Fernandes nega exigência inusitada em camarim

Paula Fernandes em show nos Estados Unidos, em 2019 (Foto: REUTERS/Steve Marcus)
Paula Fernandes em show nos Estados Unidos, em 2019 (Foto: REUTERS/Steve Marcus)

Paula Fernandes veio a público se posicionar sobre as acusações feitas pelo assessor e empresário Gui Artístico. Segundo o jornal Extra, o profissional revelou em um podcast que a cantora, ganhadora do Grammy Latino, exigiu uma cama de casal no camarim.

Ainda de acordo com a publicação, Gui afirma que esse tipo de exigência deixou Paula com fama de chata no mercado. O empresário ainda apontou uma queda na agenda da artista, que chegou a realizar mais de 20 shows por mês e, atualmente, realiza uma média de 10 apresentações mensais. No site oficial da artista, há apenas três concertos anunciados até o final de agosto.

Ao tomar conhecimento da declaração, Paula a classificou como "fake news. "Eu confesso que eu não sabia se ria ou se ficava indignada com a notícia de que eu tinha exigido uma cama de casal no camarim. É possível? Olha que eu já li inúmeras fake news e essa conseguiu me surpreender pela criatividade tóxica", rebateu Paula em um vídeo de três minutos publicado no Instagram.

A cantora ainda citou outras mulheres famosas que foram vítimas de fake news recentemente e pediu ao público mais cuidado na hora de consumir este tipo de notícia. "Eu acho que nós precisamos olhar cada notícia que nós recebemos com mais carinho porque a gente não sabe a consequência disso", frisou.