Paula Burlamaqui, aos 52, desabafa sobre envelhecer: "É uma merda"

Paula Burlamaqui contou que tem problemas com envelhecer (Globo / Selmy Yassuda)

Paula Burlamaqui não é fã de envelhecer. Aos 52 a atriz conta que não se sente bem com as rugas conquistadas com o passar dos anos.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Envelhecer é a coisa mais difícil do mundo, ainda mais quando você é extremamente vaidosa. Rezo para ter amigos verdadeiros que me parem e me deem remédios para eu não ficar que nem uma louca, Michael Jackson, toda esticada maluca”, deseja.

“Claro que também tem a maturidade, o não querer estar em todos os lugares ao mesmo tempo, se aceitar do jeito que é, se gostar”, conta a atriz que está no ar em “Órfãos da Terra”.

Leia também

Várias dobras

Paula ainda destacou o que não gosta atualmente no corpo. “Vejo rugas no meu pescoço que me dão angústias por ter tomado muito sol. Os 'pés de galinha' aqui [aponta para área dos olhos] me fazem ligar para a dermatologista dia sim dia também. E ela é muito minha amiga e me diz para buscar uma terapia porque só vai piorar. Ela é muito realista”, lembra.

Mudanças orgânicas

Paula sente a idade por dentro da pele. “Fisicamente [envelhecer] é uma merda. Seu colágeno acaba, você vai para uma festa e demora três dias para se recuperar do que bebeu. É diferente. Por isso qualquer elogio para mim, aos 52 anos, é bem-vindo. Sou extremamente vaidosa.”

Agulhadas

Para retardar os efeitos da idade, Burlamaqui recorre a vários tratamentos estéticos. “Fiz vários procedimentos: botox sempre, não vivo sem botox. Quando acho que está passando corro na clínica. Também faço laser em alguns locais do rosto. Tentei colocar preenchimento na boca, mas tirei porque fiquei que nem a Rosana [cantora]. Ficou horroroso”, lembra.