Patrícia Abravanel diz que mulher deve transar com marido para evitar ser traída

***ARQUIVO***OSASCO, SP, 13.08.2019: Apresentadora Patrícia Abravanel nos estúdios do SBT em Osasco, na Grande SP. (Foto: Aloísio Mauricio/Fotoarena/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Patrícia Abravanel, 41, chocou internautas com suas declarações no Programa Silvio Santos do último domingo (1º).

Depois de falar sobre uma tatuagem no órgão genital de seu marido, Fábio Faria, a apresentadora disse que as mulheres devem fazer sexo com seus parceiros para evitarem serem traídas. 

"Mulher não pode negar fogo para o marido, senão ele vai procurar em outro lugar, tá na Bíblia", disse Abravanel.

A declaração foi considerada machista por grande parte dos espectadores, que usaram as redes sociais para comentá-la.

Lívia Andrade, que também participava do programa, rebateu: "Se uma hora a gente não quiser, a gente não precisa mentir. A gente tem que falar a verdade: não estou a fim e pronto".

Depois da repercussão negativa, Abravanel publicou um comunicado em seu perfil no Instagram. "O Jogo dos Pontinhos é uma grande brincadeira. Óbvio que a mulher pode sim "negar fogo ao marido". Ninguém é obrigado a fazer aquilo que não quer", disse.

"Durante o programa, lembrei de um ensinamento sobre casamento e de fato achei super curioso ter isso na Bíblia. Mas, não vou falar da Bíblia, vou falar de mim. De novo: a mulher não é obrigada a fazer amor com seu marido no dia que não está bem", acrescentou.