Mulheres podem ter "parto orgásmico"

·1 minuto de leitura
Positive african american pregnant woman doing morning exercise at home, empty space

Muito associado a dor, o parto também pode ser um momento de prazer. Apesar de possível, muitas mulheres sentem vergonha e culpa ao assumir o orgasmo no momento.

Esse fenômeno é raro, mas pode acontecer com algumas mulheres. A respiração aumenta, as pernas tremem e algumas ondulações envolvem todo o corpo no momento de dar à luz.

Leia também:

Isso só é possível graças a dois hormônios fabricados pelo corpo feminino nesse momento. O primeiro é ocitocina, mais conhecido como “hormônio do amor”. E a segunda serotonina e o triptofano que juntos dá sensação de prazer.

Além desses dois momentos, a passagem do bebê também ajuda na possibilidade do orgasmo durante a parto, devido ao canal vaginal possuir terminações nervosas do clítoris, órgão feminino que gera prazer na mulher.

Orgasmo no parto difere das relações sexuais, pois a sensação que a mulher estar sentindo é diferente, em um documentário “Orgasmic Birth" - que em tradução livre seria Orgasmo no Parto - levanta reflexões e depoimentos de onze mães que tiveram essa experiência.

Dirigido por Debra Pascali Bonaro, a diretora se mostra empenhada na maternidade, dando palestras a enfermeiras e especialistas da área da obstetrícia. Objetivo principal é divulgar métodos mais naturais para o parto.

Debra ajudou a implementar programa de doulas no Brasil, no qual são uma espécie de acompanhantes que auxiliam a mulher a encontrar posições mais tranquilas na hora do parto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos