Participante de "LOL: Se Rir, Já Era" passou dois dias com medo de rir: "Fiquei mal"

·2 min de leitura
Estevam Nabote, Thiago Ventura e Nany People em
Estevam Nabote, Thiago Ventura e Nany People em "LOL: Se Rir, Já Era". Foto: Divulgação/Amazon Prime Video

Resumo da notícia:

  • Reality de comédia do Amazon desafia humoristas a não rir por R$ 350 mil

  • 10 comediantes são confinados por seis horas e tentam controlar o riso

  • Estevam Nabote revelou que ficou dois dias com medo de rir depois que saiu do programa

Um formato inovador no streaming brasileiro chega ao Amazon Prime Video nesta sexta-feira, 03. "LOL: Se Rir, Já Era!" é um reality de comédia importado dos gringos com uma proposta inusitada: reunir 10 comediantes competindo para ver quem consegue controlar mais a risada.

Confinados por seis horas dentro de um estúdio do Uruguai, Nany People, Thiago Ventura, Bruna Louise, Estevam Nabote, Diogo Defante, Marlei Cevada, Igor Guimarães, Flavia Reis, Noemia Oliveira e Yuri Marçal foram vigiados por 46 câmeras e comandados pelos apresentadores Clarice Falcão e Tom Cavalcante.

Na disputa por R$ 350 mil, que será revertido para uma instituição de escolha do vencedor, os participantes se provocam na intenção de fazer o outro rir primeiro. Um riso rende um cartão amarelo, o segundo riso rende a eliminação. Quem rir por último, vence a atração.

Para Estevam Nabote, integrante do "Porta dos Fundos", a disputa rendeu consequências psicológicas por alguns dias depois da competição. “No momento em que eu saí do estúdio e fui para casa, eu cheguei e pensei: ‘Caraca, meu irmão!’. Eu fiquei uns dois dias com medo de rir. De, tipo assim: ‘Caraca! Disso eu posso rir’”, confessou Nabote em coletiva de imprensa com o elenco.

“Eu tava assim com a gente falando [na coletiva], tentando segurar [o riso]. Eu condicionei essa parada [de segurar o riso]”, concordou o youtuber Diogo Defante.

"Fiquei mal, porque, quando a gente chegou no hotel e começou a conversar, tinha hora que eu falava: ‘Eu posso rir, eu posso ficar a vontade’. Para o meu emocional foi demais. [No jogo] Tinha um momento que você podia rir e a gente tentava jogar tudo. Mas, quando não podia rir, era horrível”, completou Nabote. Confira o trailer de "LOL: Se Rir, Já Era!":

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos