Parlamentares do PSL, antigo partido de Bolsonaro, apoiam Teich após saída: “Escolheu a ciência”

Joice Hasselmann fez campanha para Jair Bolsonaro, mas rompeu com o presidente (Foto: Mauro Pimentel/AFP via Getty Images)

Parlamentares do PSL mostraram apoio ao agora ex-ministro da Saúde Nelson Teich após o médico pedir exoneração do cargo. O partido foi a legenda pela qual o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi eleito em 2018. Joice Hasselmann, líder do partido na Câmara dos Deputados, citou a questão da cloroquina e afirmou que Teich “escolheu a ciência”.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

“Antes de pedir demissão, Teich procurou hospitais que condizem pesquisas sobre o uso de cloroquina. Todos disseram que não é recomendável o uso do medicamento na fase inicial da Covid-19, mas apenas em casos graves”, escreveu a deputada nas redes sociais, citando uma informação divulgada pelo jornal O Globo. “Teich escolheu a ciência.”

A divergência em relação à cloroquina foi um dos principais motivos para que o ex-ministro deixasse o cargo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O senador Major Olímpio também comentou a situação. Ele afirmou que, Teich não quis “rasgar seu diploma nem jogar fora sua história de vida. Ele ficou do lado da ciência e da medicina”.

Leia também

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.