Para Scarlett Johansson, “mulheres que gostam de sexo são tachadas como p...”

(Foto: Evan Agostini/Invision/AP)

A atriz Scarlett Johansson sempre figura na lista das mulheres mais bonitas e sexy do mundo. Capa da revista Cosmopolitan, ela falou sobre política, aborto, Ivanka Trump e seus próximos trabalhos no cinema, mas o que mais chamou a atenção dos leitores foi sua opinião sobre o tabu que é falar sobre sexo.

A manchete da matéria é justamente “Mais sexo, menos estresse”.

Capa da Cosmopolitan (Reprodução)

“É quase proibido para uma mulher falar que gosta de sexo. Só por ter uma relação saudável com o tema você é tachada de louca, selvagem, sem moral, puta”, afirmou Scarlett. “Quem não está em uma relação monogâmica é considerado um depravado”, completou.

Recentemente, a atriz se separou do francês Romain Dauriac, com quem ficou casada por dois anos e teve uma filha.