Paolla Oliveira se derrete por Diogo Nogueira e fala sobre namoro: "Deu samba"

·2 min de leitura
O casal Paolla Oliveira e Diogo Nogueira. Fotos: reprodução/Instagram @paollaoliveirareal e @diogonogueira_oficial
O casal Paolla Oliveira e Diogo Nogueira. Fotos: reprodução/Instagram @paollaoliveirareal e @diogonogueira_oficial

Resumo da notícia

  • Paolla Oliveira se derreteu ao falar sobre o namoro com Diogo Nogueira

  • Atriz elogiou o parceiro e se disse uma mulher de sorte

  • Ela diz que se surpreendeu com a torcida do público pelo casal

Para felicidade geral da nação, que acompanha o relacionamento de Paolla Oliveira e Diogo Nogueira com o mesmo afinco de uma Olimpíada, a atriz é só elogios ao falar sobre o amado. Ela jura que não esperava o furor que o namoro provocou nos fãs, mas confessa que está se divertindo com todo o burburinho em torno do casal. 

"A torcida do público me surpreendeu. Eu, que sempre tentei blindar meus relacionamentos, de repente me vi nessa situação. Mas está bom, está leve", comentou, em entrevista à revista "Ela", do jornal "O Globo".

Leia também:

Quem apresentou os dois foi um amigo em comum, o cantor Mumuzinho. Segundo Paolla, ela nem imaginava que dali ia surgir algo mais. "Eu tinha terminado um relacionamento há um tempo, e não tinha expectativa para nada. Na verdade, nunca crio expectativas para essas coisas. Mas deu samba (risos). Bons encontros são para a vida", disse.

Com o coração preenchido, a atriz se derrete ao descrever o relacionamento. "Se posso falar alguma coisa é que estou tendo a sorte de conhecer o Diogo mais de perto. Ele tem uma luz enorme, poderosa, potente. É uma sorte poder estar ao lado de uma pessoa que você ouviu falar que é muito legal e, quando chega perto, é tudo aquilo e ainda mais. Tenho sorte", avaliou.

Possessividade, no entanto, é uma palavra que não existe no dicionário de Paolla ou Diogo, ela garante. "Já sofri por ciúmes (de ex-namorados), até antes de virar artista, e acho péssimo. Quando estou com uma pessoa, tento deixá-la segura para que o ciúmes não exista, independentemente da minha persona. É um sentimento que não leva a lugar algum. Sentimento não, essa coisa chamada ciúmes. Então, afasta isso de mim!", afirmou.

A atriz, aliás, não se importa com os elogios alheios para o amado. "Quero para quem está comigo a mesma coisa que quero para mim: que brilhe ainda mais. E deixa as mulheres curtirem (o Diogo) e serem felizes. Eu também gritaria 'lindo' se estivesse lá embaixo, na plateia", brincou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos