Paola Carosella assume romance em ato pró-Lula: "Juntos, do lado certo"

Paola Carosella assume romance em ato pró-Lula:
Paola Carosella assume romance em ato pró-Lula: "Juntos, do lado certo" (Foto: Divulgação/Band)

Nova contratada da Globo, Paola Carosella não está só de emprego novo na TV, mas também de namorado novo: em suas redes sociais, no sábado (29), a chef de cozinha e ex-jurada do "Masterchef Brasil" assumiu o romance com o fotógrafo Manuel Sá em um ato a favor do candidato à presidência Luis Inácio Lula da Silva, do PT.

"Com meu amor. Juntos, do lado certo", escreveu Paola ao publicar uma imagem dos dois em um protesto que ocorreu no sábado na avenida Paulista, em São Paulo. Manuel também publicou a imagem: "Com ela na Paulista", escreveu o fotógrafo. Esse é o primeiro namoro que a chef assume desde a separação de Jason Lowe, há pouco mais de um ano.

Paola Carosella assume romance em ato pró-Lula:
Paola Carosella assume romance em ato pró-Lula: "Juntos, do lado certo" (Foto: Reprodução/Instagram/@paolacarosella)

Neste domingo (30), Paola completa 50 anos de idade e usou suas redes sociais para celebrar a possibilidade de comemorar a data votando para definir o próximo presidente do Brasil em sua primeira eleição desde que se naturalizou como brasileira:

"Cinquentei! Melhor presente do mundo estar indo votar! Vocês não fazem ideia [da] minha felicidade", escreveu a chef de cozinha em um story de seu Instagram. Nos últimos dias, Paola tem sofrido com ataques e comentários xenfóbicos após anunciar apoio ao candidato Lula e criticar o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Alvo de bolsonaristas

Em maio, Paola Carosella já havia sido alvo de bolsonaristas por uma entrevista no podcast DiaCast. Durante o programa, ela afirmou: “É muito difícil se relacionar com quem apoia Bolsonaro por dois motivos: ou porque é um escroto, ou porque é burro”, alfinetou a cozinheira e empresária.

Nas redes sociais os apoiadores do presidente ficaram doídos e começaram a movimentar um boicote contra a apresentadora e seus restaurantes, principalmente o Arturito, que fica em São Paulo. Eles estão se movimentando para dar notas baixas ao local em plataformas de referência.

Eles ainda criticaram que que ela não teria autoridade para falar sobre política brasileira já que é argentina. Ela veio morar no Brasil em 2001 e está em processo de naturalização para “votar”. Ela começou o processo em 2019, mas por conta da pandemia atrasou e foi retomado em 2021.