Pantanal em chamas: no silêncio dos sertanejos se ouve rugidos de socorro das onças

Patrick Monteiro
·4 minuto de leitura
Fernando Zor, Maiara e Maraisa, Leonardo, Gusttavo Lima e Eduardo Costa se calam durante queimadas na amazônia (AP Photo/Andre Penner // reprodução / instagrans dos artistas)
Fernando Zor, Maiara e Maraisa, Leonardo, Gusttavo Lima e Eduardo Costa se calam durante queimadas na amazônia (AP Photo/Andre Penner // reprodução / instagrans dos artistas)

Há mais de um mês o Pantanal matogrossense arde. Os incêndios provenientes de queimadas ilegais somadas a grande seca que vive a região já destruíram uma área maior do que o país de Israel em bioma. E o que artistas como Fernando Zor, Eduardo Costa, Leonardo, Maiara e Maraísa e Gusttavo Lima que estão sempre na região fazem pela preservação da natureza? Nada.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

Volunteer group composed of veterinarians and biologists, coordinated by the guide and tourism agent Eduarda Fernandes, work to rescue animals injured by the Pantanal wildfires and mitigate the effects of drought and lack of water  in Pocone, Mato Grosso, Brazil, on August 28, 2020. Last Friday the group composed of 7 people from several parts of the country saved an adult 200kg tapir that had critical burns on its legs, with bone exposure. Sedated in order not to resist, the animal was taken to Eduarda's father-in-law's inn, where he was medicated, cleaned and bandaged. In the same morning she was taken to the Veterinary Hospital of UFMT (Hovet), where she is being cared for; without first aid and hospital care the animal would die ''without a doubt and with great suffering'', according to veterinarian Felipe Batista, 30 years old  The brazilian Pantanal - one of the largest tropical floodplains in the world - is suffering since the end of July with the worst wildfires in its registered history. More than 12%, or 16.500 sq. km (almost the size of Kuweit) has already been burned, and the situation may get better only in October, when it's expected to rain. (Photo by Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)
Biologo restatando anta de incêndio no Pantanal (Photo by Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)

Leia também:

Segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), só nas duas primeiras semanas de setembro foram registrados 673 pontos de queimada no Mato Grosso, estado onde a fica a área pantaneira mais afetada. O Governo do Estado chegou a decretar situação de emergência por 90 dias por não ter como conter os incêndios.

A raccoon is rescued from a burning area of wetlands by a group of biologists in the Pantanal wetlands, Mato Grosso state, Brazil on August 26, 2020. - The Pantanal, a huge tropical wetland spread over Brazils border with Bolivia and Paraguay, is currently suffering its worst fires in more than 20 years, with nearly 12% of its vegetation reportedly already lost along with many deaths of animals caught in the fire and smoke. (Photo by JOAO PAULO GUIMARAES / AFP) (Photo by JOAO PAULO GUIMARAES/AFP via Getty Images)
Animal resgatado por ambientalistas com as patas queimadas no Pantanal (Photo by JOAO PAULO GUIMARAES / AFP) (Photo by JOAO PAULO GUIMARAES/AFP via Getty Images)

Movidos pelo desejo da preservação do bioma, o maior do mundo, Yahoo! foi atrás de artistas que estão sempre na região pescando nos seus longos e ricos rios.

Leonardo, Gusttavo Lima e Eduardo Costa são alguns dos assíduos frequentadores da região. Fernando Zor tem uma empresa de pesca esportiva nos rios locais. Maiara e Maraisa também estão sempre por lá para pescar ou espairecer. Nenhum deles compartilhou nada sobre a destruição da região em suas redes sociais ou respondeu aos nossos questionamentos.

O posicionamento dos artistas se assemelha ao do Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) e do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles que minimizam a situação. Bolsonaro chegou a debochar das queimadas ao colocar uma criança para questionar sobre o fogo enquanto gargalhava da situação.

Incêndios

An recently burned area at the Encontro das Aguas park at the Pantanal wetlands near Pocone, Mato Grosso state, Brazil, Saturday, Sept. 12, 2020. Wildfire has infiltrated the state park, an eco-tourism destination known for its population of jaguars. (AP Photo/Andre Penner)
77 dos 108 mil hectares do parque Encontro das Aguas, um santuário de onças-pintadas, já foi destruído por causa das queimadas (AP Photo/Andre Penner)

Fora de controle, as grandes queimadas na região começaram em fazendas da região com o intuito de ‘abrir espaço de mata nativa para pastagens’ segundo informações divulgadas pela Polícia Federal na deflagração da operação Matáá.

Out of control forest fire burns the area of the Brazilian Pantanal in rural Pocone, Mato Grosso, Brazil, on August 19, 2020  in the largest fire ever recorded in the rich biome  The brazilian Pantanal - one of the largest tropical floodplains in the world - is suffering since the end of July with the worst wildfires in its registered history. More than 12%, or 16.500 sq. km (almost the size of Kuweit) has already been burned, and the situation may get better only in October, when it's expected to rain. (Photo by Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)
A mais de dois meses o Pantanal arde (Photo by Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)

"As queimadas começaram em fazendas da região, em espaços inóspitos dentro das fazendas, onde não há nada perto, o que nos faz entender que não pode ser acidente. Teoricamente, alguém foi lá para isso (colocar fogo)”, disse o delegado Alan Givigi ao ‘Estadão’.

TOPSHOT - An aerial view shows smoke rising from fires in the wetlands of the Pantanal at the Transpantaneira park road in Mato Grosso state, Brazil, on September 14, 2020. - The Pantanal, a region famous for its wildlife, is suffering its worst fires in more than 47 years, destroying vast areas of vegetation and causing death of animals caught in the fire or smoke. (Photo by MAURO PIMENTEL / AFP) (Photo by MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images)
Imagem aérea de 14 de setembro da destruição do Pantanal com as queimadas (Photo by MAURO PIMENTEL / AFP) (Photo by MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images)

A investigação ainda pontua que já foram destruídas 25 dos 815 mil hectares da região pantaneira.

Onças-pintadas

Símbolo da região, as onças-pintadas estão extremamente ameaçadas pelas queimadas. O Parque Estadual Encontro das Águas, que fica na região, é o maior santuário do felino no mundo e já teve 77 dos 108 mil hectares da reserva destruídos. Os dados são do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso.

A jaguar crouches on an area recently scorched by wildfires at the Encontro das Aguas park in the Pantanal wetlands near Pocone, Mato Grosso state, Brazil, Sunday, Sept. 13, 2020. Firefighters, troops and volunteers have been scrambling to find and rescue jaguars and other animals before they are overtaken by the flames, which have been exacerbated by the worst drought in 47 years, strong winds and temperatures exceeding 40 degrees centigrade (104 fahrenheit). (AP Photo/Andre Penner)
Onça-pintada fugindo das queimadas nno parque Encontro das Águas, no Pantanal (AP Photo/Andre Penner)

Com isso os animais, quando não mortos encurralados pelo fogo, são resgatados desidratados e com queimaduras de terceiro grau. A queimada do bioma impossibilita que eles cacem, se hidratem e descansem.

Live Solidária

Diferente de outros sertanejos, Luan Santana se mobilizou publicamente para ajudar com mais do que um compartilhamento nas redes sociais. O cantor, um dos maiores do país, contou que busca ajuda de empresas para apoiar a live ‘O Pantanal Chama’.

O show, que será transmitido pela internet, quer arrecadar fundos para ONGs defensoras do meio ambiente, custeando os gastos necessários como veterinário, cestas básicas, água potável e entre outros.