Paloma Bernardi sonha em ser mãe e reflete sobre pressão: "Quero estar preparada"

Amanda Caroline
·2 minuto de leitura

A pandemia tem sido intensa para Paloma Bernardi. Além da meditação, do trabalho — a atriz estrelou uma peça virtual durante a quarentena — e das novas atividades (“aprendi a jogar xadrez”, conta), a crença no divino é um dos refúgios da artista em tempos difíceis. “Acho que a gente tem que ter uma conexão com algo maior, seja com o universo, Deus ou natureza. E a minha fé é essa: Deus, Nossa Senhora... Estou sempre com o terço na mão pedindo e agradecendo”, diz no Yahoo Entrevista.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Nesse período, Paloma enfrentou a morte do ator Eduardo Galvão, que foi seu pai na televisão — eles contracenaram na novela ‘Apocalipse’ (2017), da Record. “Foi um presente que a arte me deu. Foi a primeira vez que eu casei em uma novela. É algo que eu quero realizar na minha vida e eu projetei meu pai nele”, relembra.

Leia também

A atriz de 35 anos, que namora com o ator Dudu Pelizzari, sonha em casar e ter filhos, mas quer viver sem a pressão da maternidade. “Tenho certeza que vou ser mãe, mas eu não sei quando. Acho que [o bebê] vai vir na hora certa e eu quero estar preparada para isso. Sou a filha mais velha e meu irmão já tem dois filhos, minha irmã casou agora, e eu fico: ‘calma, não depositem essa pressão em cima de mim agora’”, dispara. “Já pensei em guardar óvulos, mas eu só pesquisei, não tomei atitude nenhuma, não decidi nada. Quero ter o meu ‘filho de sangue’ e sentir essa coisa da barriga crescer”, completa.

Paloma comenta o machismo nos bastidores da TV e o caso Marcius Melhem. Para ela, quanto mais a sociedade falar sobre essa questão, melhor. “Eu, graças a Deus, nunca passei por nada, nenhum tipo de assédio. Quanto mais a gente falar sobre esse assunto, mais mulheres vão ter coragem de dizer [que sofreram assédio] também. Não só as mulheres que são conhecidas, mas as mulheres que estão em casa também”, opina.

Assista a entrevista na íntegra no vídeo acima!

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube