Pai e filho na ficção, Terry Crews e Tyler James Williams discutem sobre racismo no Twitter

Rafael Monteiro
·2 minuto de leitura
 Tyler James Williams e Terry Crews em cena de Todo Mundo Odeia o Chris (reprodução)
Tyler James Williams e Terry Crews em cena de Todo Mundo Odeia o Chris (reprodução)

Terry Crews foi duramente criticado após dizer no Twitter que teme que protestos antirracistas sem pessoas brancas nos Estados Unidos resultem em uma "supremacia negra". Uma das pessoas que se posicionaram contra o comentário foi Tyler James Williams, seu filho no seriado Todo Mundo Odeia o Chris.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“Derrotar a supremacia branca sem pessoas brancas resulta em supremacia negra. Igualdade é a verdade. Gostem ou não, estamos todos juntos nessa”, disse Crews. James Williams respondeu, de pronto: "Ninguém está pedindo por supremacia negra e a narrativa de que estaríamos machuca nossa causa e nosso povo".

Leia também

"Nosso povo está cansado de pessoas brancas que fazem uma cara boa e alegam que são 'antirracistas' enquanto operam e são beneficiadas pelos privilégios de um sistema claramente racista", continuou o intérprete de Chris, deixando claro que conhecia e amava Terry Crews e que aquela não era uma briga pessoal.

Em resposta, Crews (Julius na série que relembra a infância de Chris Rock) tentou se explicar, colocando fim na discussão. "Eu entendo, Tyler. Eu não estava dizendo que a supremacia negra existe, porque não existe. Estou dizendo que se negros e brancos não continuarem a trabalhar juntos - atitudes ruins e ressentimentos podem criar uma presunção perigosa. É isso", disse.

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.