Pai de Britney Spears deixa de ser único tutor da cantora por ordem judicial

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O processo sobre a tutela de Britney Spears avançou a favor da cantora. Nesta quinta-feira (11) a juíza Brenda Penny determinou que o pai da artista, Jamie Spears, não pode continuar sendo o único tutor das propriedades e investimentos dela. Segundo a NBC, a Justiça negou as objeções de Jamie sobre como a tutela seria delegada. Agora a tutela continuará sendo administrada em parceria com uma instituição bancária, a Bessemer Trust, atendendo ao pedido da cantora de não deixar suas finanças nas mãos do pai. O banco e Jamie terão que criar um plano de investimento para que todos tenham consciência sobre a administração das propriedades dela. Porém, a juíza negou que Jamie fosse retirado totalmente da tutela. Após o lançamento do documentário "Framing Britney Spears", o movimento #FreeBritney voltou a ganhar força. No ano de 2020, a artista havia aberto uma petição para que a justiça retirasse seu pai do controle do seu patrimônio e colocasse uma instituição financeira. O motivo apresentado pela defesa foi de que Britney tinha medo do pai. Em 2020, a cantora abriu uma petição para que a justiça retirasse seu pai do controle de seu patrimônio e colocasse uma instituição financeira. A defesa da cantora argumentou, na ocasião, que Bitney tinha medo de Jamie Spears. De acordo com o advogado da cantora, ela concorda com a revisão, mas ainda quer que ele seja retirado totalmente da tutela. "Não é nenhum segredo que minha cliente não quer seu pai como co-tutelar, mas reconhecemos que a remoção é um problema separado", afirma. A próxima audiência está marcada para o dia 17 de março. Jamie Spears é tutor da filha desde 2008, quando ela sofreu um surto mental. No ano de 2019, ele assumiu o cargo sozinho, após o advogado Andrew Wallet deixar a função. Em 2020, a cantora pediu à justiça para que seu pai deixasse a tutela. Recentemente, o namorado de Britney, Sam Ashgari, 27, criticou o pai da cantora: "Na minha opinião, Jamie é um idiota total. Não vou entrar em mais detalhes porque sempre respeitei nossa privacidade, mas ao mesmo tempo, não vim para este país para não poder expressar minha opinião e liberdade", finalizou.