Pai de Anitta a defende em polêmica com Zé Neto: 'Esses enrustidos são um saco'

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A polêmica que envolve uma alfinetada do sertanejo Zé Neto em Anitta fez até com que o pai da cantora, Mauro Machado, conhecido como Painitto, entrasse na briga. Ele xingou o cantor e disse que não é de hoje que ele tem problemas com a artista.

"Esses enrustidos são um saco. A inveja é uma merda. Este merda sempre teve problemas [de forma] unilateral com ela. No Festeja deu ataque porque ela abriu um show que era de sertanejo. Mais tarde, em uma cidade do interior, colocou o ônibus deles trancando a saída da nossa produção e vans", escreveu ele em postagem da conta de Rainha Matos no Instagram.

Famosos como Felipe Neto saíram em defesa de Anitta. "'A gente não precisa fazer tatuagem no toba para mostrar que está bem'. Diz o cara que precisa atacar a colega de profissão para ser notado. Tinha q ser minion", postou Neto em referência ao termo "bolsominion" para quem é eleitor de Jair Bolsonaro.

Procurado, mais uma vez Zé Neto não respondeu as solicitações.

ENTENDA A POLÊMICA

Durante show na cidade de Sorrido (MT), o cantor Zé Neto, 32, alfinetou Anitta, 29. Em discurso a respeito do uso ou não da Lei Rouanet e a favor do governo Bolsonaro, disse que quem paga o cachê dele e o de Cristiano é o povo e que não necessita de auxílio.

"Estamos aqui em Sorriso, Mato Grosso, um dos estados que sustentou o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas que não dependem de Lei Rouanet. Nós não precisamos fazer tatuagem no toba para mostrar se a gente está bem ou não", disparou em referência à tatuagem íntima feita por Anitta em 2021.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos