Pabllo Vittar usa vermelho dos pés à cabeça e refaz meme para homenagear Lula

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 25.03.2022 - Show da cantora Pabllo Vittar durante o festival Lollapalooza. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 25.03.2022 - Show da cantora Pabllo Vittar durante o festival Lollapalooza. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mesmo antes de Lula (PT) ser declarado presidente do Brasil, os internautas já imaginavam como seria o look da cantora Pabllo Vittar num eventual evento de posse. E não é que ela resolveu repetir o meme?

No Twitter, a própria artista se vestiu toda com as cores do partido e comparou a roupa à imagem que viralizou na internet semanas antes. "Vermelho", comemorou.

Com seu inconfundível agudo, Pabllo subiu ao palco do Festival do Futuro, já na manhã desta segunda (2), gritando: "Brasília, faz o L!". Uma das artistas mais vocais no apoio do então candidato Lula, do Partido dos Trabalhadores, Vittar foi uma das atrações mais esperadas do festival que acompanhou a posse do novo presidente.

Os atrasos causados por diversos problemas técnicos empurraram o início do show da cantora para 3h50 da manhã, quase duas horas após o horário marcado. Esses mesmos problemas também estavam presentes durante a apresentação da drag queen, cuja voz de grande amplitude perdia a nitidez em notas mais altas.

Mesmo assim, Vittar fisgou sua plateia, ainda expressiva na Esplanada dos Ministérios, para quem ela destilou seu repertório de hits -dos já quase clássicos aos mais recentes.

Assim como outros artistas que encabeçaram palcos no Festival do Futuro, Vittar trouxe seu show completo para o evento, com balé e apenas alguns ajustes em termos de duração e seleção de faixas.

Muitos famosos acompanharam a posse de Lula. O economista e ex-BBB Gil do Vigor chegou a Brasília na tarde de sábado (31) e postou uma foto no Instagram com a mãe, Jacira, acompanhando as solenidades. A jornalista e apresentadora Fátima Bernardes também esteve no evento com o namorado Túlio Gadelha, que foi eleito deputado federal por Pernambuco pelo Rede Sustentabilidade.