Pabllo Vittar revela que usava carvão como lápis de olho e selava pele com Maizena: "Truquinho"

PORTO, PORTUGAL - 2022/06/11: Brazilian drag queen and singer, Phabullo Rodrigues da Silva known professionally as Pabllo Vittar, performs at the Super Bock stage during the 2022 NOS Primavera Sound in Porto. (Photo by Diogo Baptista/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
PORTO, PORTUGAL - 2022/06/11: Brazilian drag queen and singer, Phabullo Rodrigues da Silva known professionally as Pabllo Vittar, performs at the Super Bock stage during the 2022 NOS Primavera Sound in Porto. (Photo by Diogo Baptista/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

A cantora Pabllo Vittar não abre mão de fazer sua própria maquiagem até hoje. Desde os 16 anos é ela quem prepara a pele, pensa na sombra e delineado, inova no batom e busca referências. Para economizar, a artista contou no Pod Delas que chegou a usar carvão como lápis de olho e Maizena para selar o rosto. "Tudo uns 'truquinho'. Naquela época, a gente tinha uns tutoriais drags no YouTube, mas a Internet ainda era mato. Era virada para 2010. Estava rolando um 'boom' das blogueiras de maquiagem. Na minha cabeça, nunca ia estar no lugar que estou hoje", disse.

A cantora está estreando uma campanha com a MAC:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Pabllo revelou ainda que se inspirava em muitos lugares e pessoas para chegar na make que queria. Segundo ela, hoje a indústria se voltou mais para as necessidades da comunidade LGBTQIA+. "Viram o que a gente gosta, que a gente é plural. Não estamos dentro de uma caixinha. Quando eu tinha 16 anos, não tinha muitas cores, pigmentação forte..", exemplificou.

Intimidade

Sem timidez, Pabllo Vittar, de 28 anos, ainda deu detalhes de sua vida íntima, e disse que prefere ser "passiva" no sexo. Disse também que hoje em dia gosta de malhar, mas nem sempre foi assim: "É algo que você aprende. Meu show já é um cardio, pulando, dançando, então eu faço. Óbvio que 100% é por causa do meu trabalho, mas também é por saúde. Eu odeio ficar fungando, 'ai tô cansada', não, eu gosto de estar sempre ativa, quer dizer não ativa [no sexo], ativa no trabalho, o outro é só passiva mesmo", disse, aos risos.