"Ainda vamos conquistar o mundo", diz Pabllo Vittar sobre LGBTQ+ no Rock in Rio

Pabllo Vittar fala da representatividade LGBTQI+ no Rock in Rio. Foto: Ana Cora Lima/Yahoo! Vida e Estilo

Por Ana Cora Lima

Um dos nomes mais badalados da edição passada Rock in Rio, Pabllo Vittar ficou de fora do time de atrações, mas viu outros nomes de artistas da comunidade LGBTQ+ marcarem presenças no festival. A cantora rechaça o titulo de pioneira e prefere ser vista como uma participante ativa da luta.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

"Nós conquistamos o espaço que era nosso de direito. Temos muitos artistas competentes na nossa comunidade que só precisavam de uma oportunidade. Ainda vamos conquistar o mundo", profetiza.

Leia também

De volta ao Brasil após cumprir uma temporada de trabalhos em Nova York e Los Angeles, incluindo uma entrevista à revista “Times”, Pabllo disse que assistiu às apresentaçoes de quem chamou de "irmãs". “Vi os shows de todas e fiquei muito feliz. Todas arrasando, trazendo mensagens importantes e conscientes. É aquela coisa de uma por todas e todas por uma. Todo mundo torce pelo sucesso de todas. Não tem competição", garante.

Pabllo ainda confirmou que irá voltar para os Estados Unidos para continuar trabalhando a carreira internacional. "É muito legal ver que não é só brasileiro que acompanha a minha carreira lá fora. No próximo trabalho quero gravar para a comunidade americana e espanhola também”, planeja.

Rock in Rio

Em sua 8ª edição no Brasil, o Rock in Rio terá nada menos do que 100 atrações para a maioria dos gostos e tribos. Desde 1985, o festival faz história no Brasil e no mundo, tendo realizado edições em Lisboa (oito), Madrid (três) e até um evento em Las Vegas.

O Rock in Rio, que este ano acontece nos dias 27, 28 e 29 de setembro e 3, 4, 5 e 6 de outubro, no Parque Olímpico, na Zona Oeste do Rio, conta ainda com atrações e ativações de patrocinadores como montanha-russa, mega drop e roda-gigante.

Entre as novidades estão novos palcos com mais espaço físico e o espetáculo Fuerza Bruta – com apresentações diárias de 30 minutos. A “Cidade do Rock” agora tem 60.000 m² a mais que em 2017.

Além disso, as três arenas do Parque Olímpico estarão em plena atividade com diferentes atrações: um espaço com ritmos, música e cores da Ásia; a Rota 85, que vai levar o público ao clima da clássica Route 66 com shows de rock e country blues. Destaque para o Espaço Favela, totalmente dedicado à cultura e gastronomia das comunidades cariocas.

Nos palcos principais, Mundo, Sunset e New Dance Order, se apresentam atrações nacionais e internacionais como Iron Maiden, Anitta, Muse, Sepultura, Imagine Dragons, Foo Fighters, Pink, Drake, Alok, Titãs, Ivete Sangalo, entre outros.