PMs revidam agressão e dão socos em rosto de mulheres em SP; ação é omitida por agentes no BO

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
Mulher dá soco no rosto de policial, que revida com outro soco na cara dela (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Mulher dá soco no rosto de policial, que revida com outro soco na cara dela (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Policiais militares foram flagrados revidando agressões e batendo em três pessoas durante o atendimento de uma ocorrência de briga de trânsito em Carapicuíba, na Grande São Paulo. O caso é de 14 de novembro, mas os vídeos com o momento em que os agentes dão socos em um homem e no rosto de duas mulheres passaram a circular nas redes sociais nesta terça-feira (22).

Após as agressões, os agentes compareceram no 1º DP (Distrito Policial) de Carapicuíba para registrar um Boletim de Ocorrência. Porém, de acordo com o Uol, os policiais militares envolvidos omitiram os golpes desferidos na ocorrência. Listaram apenas as agressões sofridas por policiais.

Uma das partes da ocorrência, no entanto, citou à Polícia Civil que as mulheres foram agredidas e a o órgão requisitou exames do IML (Instituto Médico Legal). Não há informação se eles foram afastados.

Leia também

Nas imagens, é possível ver policiais tentando prender um homem — ele foi acusado de desacatar e ofender os policiais. Antes disso, ele teria se juntado com outro homem e agredido o motorista de um carro que bateu no veículo deles e fugiu porque não tinha habilitação.

Segundo o boletim de ocorrência, eles ainda teriam batido na mulher do condutor, que estaria grávida. Quando os PMs tentam deter o rapaz, ele foge e agride os policiais com socos no rosto. Um dos agentes revida batendo nele. Depois, é cercado por mais PMs, consegue escapar, mas é imobilizado.

Quando o homem é colocado dentro da viatura, depois de ser imobilizado, uma mulher se aproxima de um policial e impede a passagem dele. Eles discutem, mas não dá para saber o que foi falado. Neste momento a mulher dá um soco no rosto do PM, que revida com dois golpes no rosto dela.

Uma segunda mulher aparece por trás do PM e também dá um soco no rosto do agente que havia batido na primeira mulher. O policial também dá um soco em cheio na cara dela. A mulher fica imóvel, aparentenado sentir dor.

O ouvidor da Policia de São Paulo, Elizeu Soares Lopes, classificou as imagens como “um absurdo” e disse ao G1 que houve despreparo dos policiais para atender a ocorrência.

“Essa ação foge completamente ao protocolo da PM. É um absurdo. Denota uma certa falta de preparo desses policiais”, disse Elizeu, que pediu para a Corregedoria da PM apurar a conduta dos agentes. “Ali parecia briga de rua”, concluiu.

Segundo o G1, os PMs prenderam ao menos sete pessoas, entre homens e mulheres envolvidos na ocorrência. Parte do grupo foi algemada. Todos teriam sido soltos em seguida.