Pérola Faria expõe doença na gravidez e explica por que adiantou parto do filho: 'Se não prestar atenção, já era'

Reprodução, Instagram
Reprodução, Instagram

Pérola Faria falou sobre o nascimento prematuro do primeiro filho, Joaquim, nas redes sociais. A atriz foi diagnosticada com colestase gestacional, alteração hepática que faz com que as toxinas permaneçam mais tempo no fígado, e teve que induzir o parto para não comprometer sua saúde.

"Ainda não aparecemos por aqui para contar como foi tudo, como foi a correria... Acabou que o Joaquim veio antes porque descobri um quadro, um detalhe que eu já sabia que tinha desde o início da gravidez, que é a questão das enzimas hepáticas muito alteradas. Deu uma alteração, que causou um sintoma muito louco: coceira muito intensa nas mãos e nos pés. Isso pode virar uma coisa muito séria para o bebê e se não prestar a atenção, já era", explicou.

"Por sorte tenho um super parceiro, que leva a sério tudo o que sinto. Nós, mães, sabemos quando não é uma coceira só. Fu investigar o que era isso... Pesquisei no Google, me ajudou a ficar com desespero e sair correndo para ver o que era. Dormi chorando no dia. 'E se for isso, meu Deus?' E era. Fui internada e me falaram: 'Vai ser internada hoje para parir hoje. Foi isso", relembrou Pérola, elogiando Mário Bregieira, de quem ficou noiva na gravidez.

Pérola Faria adianta parto para salvar filho após doença gestacional

O parto foi adiantado uma semana. Ao compartilhar sua situação, Pérola Faria soube que a condição pode fazer até mulheres perderem o bebê.

"É uma coisa muito séria e meio silenciosa. O sintoma é...

Veja mais


Veja também

Arthur Aguiar explica por que não expõe rosto da filha: 'Cuidado e bom senso'
Grazi Massafera explica por que não expõe a filha na web: 'Minha intimidade'
Sabrina Sato explica por que expõe gravidez: 'Muito sociável para esconder'