Oscar 2023: Brasil está oficialmente fora da premiação, mas ainda há um representante indireto na corrida

Divulgação
Divulgação

A lista de indicados ao Oscar 2023, a premiação mais importante do cinema hollywoodiano, foi divulgada pela Academia de Ciências e Artes Cinematográficas na manhã desta terça-feira (24).

Com a chegada da seleção de produções que entraram oficialmente na disputa rumo pela estatueta de ouro, uma triste notícia também foi constatada pelo público nacional: o Brasil está mais uma vez fora do Oscar. Não foi dessa vez.

Anteriormente, dois projetos nacionais entraram na lista inicial de pré-indicados: O Território, uma coprodução entre Brasil, Estados Unidos e Dinamarca. Disponível no Disney+, o registro mostra parte da história do povo indígena Uru-eu-wau-wau, que viu sua população diminuir e sua cultura ser ameaçada desde o contato com os brancos brasileiros.

Já o curta-metragem Sideral quase entrou na categoria de Melhor Curta-Metragem. Conduzida por Carlos Segundo, a ficção se passa na Base Aérea de Natal. O Brasil se prepara para lançar o primeiro foguete tripulado para o espaço. Este dia histórico afeta a vida de Marcela, Marcos e seus dois filhos. Ela é faxineira e ele, mecânico, mas ela sonha com outros horizontes.

Em agosto do ano passado, antes de tudo ser definido, a Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais havia selecionado seis filmes que poderiam concorrer a um espaço na categoria de Melhor Filme Internacional.

Mesmo que o favorito, Marte Um, tenha ficado de fora, trata-se de uma lista repleta de produções únicas, que mostram a riqueza da narrativa brasileira. Além do longa dirigido por Gabriel Martins, Pacificado, Paloma, Carvão, A Mãe e A Viagem de Pedro foram os destaques escolhidos pela organização. Plurais, as histórias são pontuadas por inúmeras representações do país continental que é o Brasil.

Por fim, vale lembrar que, ainda que seja de maneira indireta, há uma representação brasileira nesta edição. Wagner Moura, de Tropa de Elite, Marighella, Agente Oculto e Narcos, está no elenco de vozes original de Gato de Botas 2: O Último Desejo. O ator empresta sua voz para o Lobo Mau, trabalho este, inclusive, que rendeu uma indicação ao Annie Awards para o artista.

A partir de uma disputa recheada de sucessos, a corrida pelo Oscar vai guiar as conversas cinematográficas até 12 de março, data escolhida para a cerimônia principal da honraria.

Leia o artigo em AdoroCinema

Paloma: "Uma personagem humana e cheia de contradições, pois assim é a vida", reflete Kika Sena sobre protagonista do longa

Festival de Locarno: Brasil conquista Leopardo de Ouro por Regra 34, longa de Júlia Murat

Festival de Gramado: Marte Um tem a sessão mais aplaudida do evento e atriz revela surpresa com reações (Entrevista exclusiva)

Oscar 2023: Academia Brasileira de Cinema divulga pré-selecionados para concorrer à indicação na honraria