Os segredos do lugar favorito da rainha onde ela pode ser ela mesma

Todo verão, no final de julho, a rainha vai para o norte do país para esquecer um pouco as suas responsabilidades.

Ela vai para uma grande propriedade da monarquia britânica, onde, até outubro, não tem outras obrigações a não ser caminhar, caçar, cavalgar e pescar, além de participar de alguns jogos depois do jantar, ainda que, aos 95 anos, ela possa muito bem ler um manual de adestramento de cavalos antes de dormir.

Leia também

Balmoral, em Aberdeenshire, é uma propriedade pessoal da família real desde que a rainha Vitória e o príncipe Albert primeiro o alugaram e depois o compraram da família aristocrática Farquharson, em 1852. A rainha Vitória gostava muito das Highlands, a região montanhosa ao noroeste da Escócia, e a aquisição dessa propriedade permitiu que ela tivesse uma residência ali.

A Rainha, o Duque de Edimburgo e três de seus filhos, a Princesa Anne, o Príncipe Charles e o bebê Príncipe Andrew, em 1960 em Balmoral. Certa vez, disseram que a rainha nunca ficou mais feliz do que quando estava em Balmoral. (Foto: Reprodução/ Getty Images)
A Rainha, o Duque de Edimburgo e três de seus filhos, a Princesa Anne, o Príncipe Charles e o bebê Príncipe Andrew, em 1960 em Balmoral. Certa vez, disseram que a rainha nunca ficou mais feliz do que quando estava em Balmoral. (Foto: Reprodução/ Getty Images)

A rainha Vitória considerava a casa original "muito pequena" e, por isso, construiu um novo castelo, próximo à sede original, que depois foi demolida.

Este ano foi o primeiro que a rainha foi à propriedade sem o Príncipe Philip. Ela chegou no final de julho e deve permanecer ali até o outono, apesar do receio com a COVID, pois um dos membros da equipe do castelo foi diagnosticado com a doença esta semana.

Infelizmente, o evento favorito dela, o Braemar Gathering, foi cancelado novamente. O evento de verão, do qual a rainha é patrona, apresenta jogos tradicionais da região, como cabo de guerra, arremesso de tronco e espetáculos de danças típicas. O príncipe Charles, a duquesa de Cornwall, o príncipe William e a princesa Anne também costumam participar desse evento.

Na residência de Balmoral, de qualquer modo, estão o príncipe Andrew, que está hospedado lá apesar de estar envolvido em um escândalo junto com o bilionário Jeffrey Epstein, respondendo a um processo por abuso sexual nos Estados Unidos, e sua ex-mulher Sarah Ferguson.

O príncipe Charles e Camilla devem ficar, como sempre, em Birkhall, sua residência privada na propriedade de Balmoral, e também é esperada a visita de William, Kate e seus filhos antes da volta às aulas e aos deveres no outono.

Balmoral agora - ainda o staycation favorito da Rainha. (Foto: Reprodução: PA)
Balmoral agora - ainda o staycation favorito da Rainha. (Foto: Reprodução: PA)

A predileção da rainha pelo castelo remonta à sua infância. Várias gerações de novos membros da monarquia passaram as férias lá, com piqueniques à beira do Lago Muick, aos pés da montanha Lochnagar, e churrascos, outrora dirigidos com precisão naval pelo príncipe Philip, na área que se estende por 50.000 acres entre colinas, jardins e florestas.

Como Balmoral é uma propriedade particular herdada pela família real, não há a obrigação de oferecer jantares oficiais ou receber VIPs. No entanto, é o lugar tradicional do que é conhecido como "o teste de Balmoral".

Um episódio da temporada 4 da série The Crown foi dedicado a esse assunto, e apresentou a visita da princesa Diana durante seu namoro com Charles em 1980. Reza a lenda que ela foi um grande sucesso, embora pareça duvidoso que ela tenha perseguido e derrubado um cervo ferido, como é sugerido no episódio, tendo em vista a sua conhecida antipatia por esportes sangrentos.

Mais tarde, o casal passou no castelo parte de sua lua de mel, que aparentemente não foi tão tranquila, considerando o ressentimento de Diana por Charles ter passado esse período pintando aquarelas sem a sua companhia.

Dando risada do Encontro em tempos mais felizes. (Foto: Reprodução/AP)
Dando risada do Encontro em tempos mais felizes. (Foto: Reprodução/AP)

Ela teria contado ao seu biógrafo, Andrew Morton, sobre outras viagens com os sogros:

"Ao invés de férias, era a época mais estressante do ano... É muita proximidade”.

Igualmente estressante foi a visita de Margaret Thatcher, retratada em The Crown como uma sequência de gafes, com erros de etiqueta e vestimenta e a péssima decisão de usar perfume para caçar, alertando os animais de sua presença.

Se o "teste" realmente existe, ele parece ter apenas a função de descobrir se o convidado aprecia as tradições de uma propriedade rural grande e arejada durante a temporada de caça, ou no meio do inverno, quando a família real costuma ficar lá até o Natal. Para os membros mais velhos da família real, é um lugar de alegria, onde eles podem ficar em companhia de outros aristocratas e aproveitar um tempo de caça, tiro e pesca em amplos espaços abertos, sem pensar em seus deveres ao longo de várias semanas.

A Rainha e o Príncipe Philip em 1972, visitando uma fazenda na propriedade Balmoral. (Foto: Reprodução/AP)
A Rainha e o Príncipe Philip em 1972, visitando uma fazenda na propriedade Balmoral. (Foto: Reprodução/AP)

O príncipe Philip, que quando jovem ficou em um internato na Escócia, na rígida escola Gordonstoun (assim como Charles, que a detestava), sempre gostou da área selvagem das Highlands, e passou muito tempo na propriedade. Ele se encarregou de administrar os jardins do castelo por muitos anos, criando uma horta, uma plantação de carvalho e uma passarela florida.

Há quem diga que Balmoral era a residência favorita dele, talvez porque a mídia e o público não tivessem acesso a ele e à sua família nesse lugar.

A rainha também raramente parece tão feliz quanto nos momentos em que é vista cavalgando pelos pântanos ou dirigindo uma Landrover para lá e para cá.

A princesa Eugenie, que é próxima à rainha, falou sobre Balmoral:

"É o lugar mais lindo do mundo. Acho que a vovó fica mais feliz aqui, acho que ela ama mesmo as Highlands... Caminhadas, piqueniques e cães, muitos cães, sempre há muitos cães! E pessoas indo e vindo o tempo todo."

A rainha faz questão de fazer ela mesma a limpeza após os piqueniques como um sinal de distinção e chocou convidados no passado lavando a louça depois das refeições junto com outros membros da família real.

Cherie Blair, casada com o então primeiro-ministro, comentou: "Parece brincadeira, mas não é. Eles colocam as luvas e põem as mãos na massa. A rainha pergunta se você já terminou, recolhe os pratos e lava a louça."

A Rainha chega a Balmoral, verão de 2021. Apenas a habitual Guarda de Honra para saudá-la ... (Foto: Reprodução/ AP)
A Rainha chega a Balmoral, verão de 2021. Apenas a habitual Guarda de Honra para saudá-la ... (Foto: Reprodução/ AP)

Na verdade, Margaret Thatcher deu de presente à rainha um par de luvas depois de notar que a monarca esfregava os pratos sem usar nenhuma proteção nas mãos.

E a estadia segue marcada pela normalidade, membros do público podem até ver a rainha passeando com os cachorros pelo terreno.

Em uma ocasião, a rainha estava vestida informalmente de tuíde e lenço na cabeça, e foi cumprimentada por um grupo de turistas americanos. Eles conversaram um pouco e, obviamente, não tinham ideia de quem era ela.

"Você já viu a rainha?", alguém perguntou para ela, animadamente.

"Não", ela disse. E complementou, apontando para o oficial de proteção real:

"Mas ele já viu."