5 presidentes de filmes e séries que nos fazem sentir inveja da ficção

Os presidentes da ficção mais legal que já vimos (reprodução)

O mundo está passando por uma enorme crise de representatividade na política. Com velhos líderes mundiais em xeque e diversos nomes “anti-establishment” ocupando cadeiras importantes, muita gente tem sentido saudades dos presidentes dos filmes e séries do coração.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Em um exercício de fuga da realidade, nós relembramos alguns dos presidentes mais divertidos ou competentes que já vimos na ficção. O intuito é, além de desviar o foco, tentar buscar na arte alguma solução para o nosso futuro. Alguém tem o contato do roteirista do Brasil?

Leia também

Agostinho Carrara


A aventura do nosso taxista favorito na política foi uma verdadeira saga em A Grande Família. Depois de fracassar na tentativa de ser deputado federal (conseguindo apenas dois votos), Agostinho (Pedro Cardoso) conseguiu ser eleito vereador. O melhor momento da sua trajetória política, porém, aconteceu durante um sonho de Lineu (Marco Nanini), quando o trabalhador informal se tornou presidente da república e decretou uma nova era nacional: o “nacional taxismo”.

Presidente Beck



O presidente vivido por Morgan Freeman em Impacto Profundo é perfeito: mesmo diante da chegada de um cometa, o líder político não perde a lucidez e a serenidade, fazendo discursos simplesmente impecáveis e entusiasmantes. Nunca alguém defendeu tão bem a vida humana no cinema.

Presidente Camacho



O personagem de de Terry Crews em Idiocracia não é exatamente o nosso político dos sonhos. Armamentista e nacionalista, ele tinha tudo para ser um desastre completo. Porém, surpreendentemente, o político acaba se tornando numa figura política que ouve a sua equipe de especialistas e se preocupa de verdade com o bem-estar dos seus eleitores. Sim, estaríamos bem melhor com ele neste momento...

Presidente James Marshall



Em Força Aérea Um, Harrison Ford interpreta um presidente que não perde tempo com bobagem de reunião ministerial. Se preciso for, ele pega em armas, vai para o soco com terroristas e não precisa de ninguém para proteger a sua família - ele próprio, sozinho, é a segurança do país. Que inveja.

Presidente Mackenzie Allen

Commander in Chief durou apenas uma temporada, mas marcou época com a atuação de Geena Davis como a primeira presidente (fictícia) dos Estados Unidos. A eterna estrela de Thelma & Louise mostra na série como sensibilidade e empatia podem transformar a política. Com o papel, Davis ganhou o Globo de Ouro de Melhor Atriz em série dramática em 2006.

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.