Os melhores mercados de Natal em 10 países da Europa

Colaboradores Yahoo Vida e Estilo
·12 minuto de leitura
O mercado de Natal Lower Saxony (Foto: Getty Images)
O mercado de Natal Lower Saxony (Foto: Getty Images)

Por Ronia Alves-Kriskó (@roniaa)

Dezembro na Europa é sinônimo de mercado natalino. Tradição na veia dos europeus, os bazares são montados a céu aberto, decorados por um grande e iluminado pinheiro, uma infinidade de luzinhas e neve, comum nesta época do ano.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

O ar frio é perfumado pelas comidas típicas e pelo clássico vinho quente com especiarias, servido em canecas personalizadas que podem ser compradas ou devolvidas na saída das feiras.

As cabanas de madeira abrigam cozinheiros com fogo crepitando uma variedade de pratos robustos, sopas fumegantes e o popular biscoito de gengibre. Os artesãos exibem requintados artigos natalinos e prendas de lã para aquecer os visitantes durante o passeio pelo mercado.

O bazar mais antigo que se tem notícia é o Krippenmarkt (Mercado de Dezembro), em Viena, Áustria, que remota à Idade Média, no ano de 1298. Nos séculos seguintes, a tradição foi se espalhando por toda a Europa.

Já entrou no clima de Natal? Então, confira a nossa lista com os melhores mercados pela Europa para você incluir no seu roteiro de viagem.

Áustria

Mercado de Natal de Viena (Foto: Arquivo Pessoal)
Mercado de Natal de Viena (Foto: Arquivo Pessoal)

Com a proximidade do Natal em Viena, os moradores começam a dizer es weihnachtet (é Natal, em tradução literal). Isso significa que as ruas se iluminam com milhões de lâmpadas, a atmosfera natalina sopra nas vitrines das lojas e as feirinhas pipocam pela capital austríaca.

Ao todo 20 mercados enfeitam a cidade. O maior e mais famoso é "O Mercado Natal dos Sonhos de Viena", em frente ao edifício neogótico da prefeitura, na praça Rathausplatz. No dia 15 de novembro, centenas de chalés de madeira começam a vendem desde de delicadas bolas de vidro pintadas, trolls de pelúcia, boneco quebra-nozes de madeira às clássicas salsichas austríacas, pretzels, castanhas assadas e massa de marzipã em formato de batata.

Para aquecer o passeio, canecas de vinho quente ou o do famoso feuerzangenbowle - ponche de vinho com torrão de açúcar embebido em rum e especiarias.

Quando: 15 de novembro a 26 de dezembro de 2019

Alemanha

O tradicional mercado de Natal no centro de Frankfurt, na Alemanha (Foto: Getty Images)
O tradicional mercado de Natal no centro de Frankfurt, na Alemanha (Foto: Getty Images)

O país é uma maravilha festiva nesta época do ano. As cidades mais procuradas são Colônia, Dresden, Berlim, Munique, Stuttgard e Nuremberg.

Diante do cenário gótico da Catedral de Colônia é montado o maior e mais popular mercado local, o Weihnachtsmarkt Am Kölner Dom. Por ali, são encontrados presentes feitos à mão e decorações para árvores. Os amantes da gastronomia se esbaldam com as comidas preparadas com ingredientes locais e orgânicos. Para espantar o frio, encha uma caneca de vinho quente, chamado pelos alemães de glühwein.

Quando: 26 de novembro a 23 de dezembro

Em Dresden está o mercado de Natal mais antigo do país. Este ano, Striezelmarkt ano completará 585 anos. Enquanto explora as barracas fique de olho nos clássicos quebra-nozes artesanais e nas fatias de stollen - pão tipo brioche recheado com frutas e especiarias. Típico nessa região e queridinho dos moradores locais, o mercado dedica um dia ao stollen, com desfile colorido e um pão gigante de abre-alas.

Quando: 27 de novembro a 24 de dezembro

Os 60 mercados espalhados pela capital, Berlim, garantem diversão e boa comida. Quem tem filho pequeno pode seguir para a floresta de inverno, no Palácio de Charlottenburg, e dar um volta no carrossel ou passear de trem, enquanto comer um saco de castanhas assadas, quitute tradicional. Na praça Gendarmenmarkt, chefes renomados servem pratos de seus restaurantes, artesão esculpem presentes de madeira e costureiras alinham roupas típicas.

Quando: 25 de novembro a 31 de dezembro

Segundo guias turísticos, as cerca de 300 tendas decoradas garantem ao Stuttgarter Weihnachtsmarkt, em Stuttgard, o título de mercado mais belo da Europa. Boa dica é uma caminhada pelo cenário medieval entre o Castelo Novo, o Castelo Velho e a Igreja Colegiada. No Mercado Medieval de Esslingen são encontrados renomados artistas europeus e suas obras.

Quando: 27 de novembro a 23 de dezembro

Se em Stuttgard está o mercado mais belo, em Nuremberg está o mais tradicional. No Christkindlesmarkt os visitantes procuram pelos biscoitos de gengibre com marzipã e pelo famoso drei im weggla - sanduiche de três salsichas locais grelhadas, cobertas com mostarda. Subindo ao topo da Igreja de Nossa Senhora é possível ter uma vista panorâmica da feira com suas tendas listadas de vermelho e branco.

Quando: 29 de novembro a 24 de dezembro

Em Munique, o Münchner Christkindlmarkt se estende pela praça Marienplatz. Em 20 mil metros quadrados, os estandes se espalham com toda a sorte de suvenires e comidas típicas, mantendo vivo o caráter tradicional da Baviera. Vendedores ofertam delicados enfeites de vidro pintados à mão, jaquetas de pele de carneiro, nostálgicas fotos antigas e vinho quente feito com bagas e licores de ervas. A grande atração local é a enorme árvore de Natal em frente à prefeitura e as 2.500 velas, criando um brilho quente e alegre.

Quando: 27 de novembro a 24 de dezembro

A historiadora brasileira Fernanda Freire visitou diversas 'feirinhas', fora do circuito dos mercados das grandes metrópoles alemãs. Morando em Münster há pouco mais de um ano, ela aproveitou as últimas férias de inverno para conhecer os bazares pelas ruas de Rathaus, Aegidii, Lamberti, Giebelhüüskesmarkt e Kiepenkerl.

A cidade não é muito conhecida fora do país, mas representa com maestria o significado do Natal para os alemães. "Os caldeirões com glühwein perfumam os mercados, ofuscando os aromas das carnes e embutidos assados", diz. Por ali, ela se esbaldou com canecas de vinho quente, bolo de batata (Reibekuchen), cogumelos assados com molho de alho, salmão grelhado na brasa e, ainda, provou trdelník, receita tcheca de pão doce enroscado em um rolo de ferro - para ganhar formato oco -, assado na churrasqueira e polvilhado com chuva de açúcar e canela, cacau em pó, nozes ou amêndoas.

Quando: 25 de novembro a 23 de dezembro

República Tcheca

Dia 30 de novembro, os mercadinhos nas Praças de Cidade Velha e de Wencelas, em Praga, abrem suas cabanas. A atmosfera festiva é um convite a passear pelo espaço e comprar os itens expostos, como velas perfumadas e bonecos vestidos em trajes tradicionais.

As chapas e fogões exalam o aroma dos famosos presuntos assados no espeto, churrasco de salsicha, panquecas e uma variedade de bolos e doces. Quem curte cerveja no frio pode optar entre as nacionais tchecas Pilsner Urquell, Staropramen ou Budvar. Para os mais friorentos, canecas de vinho de mel (medovina); vinho quente (svařák); chocolate quente ou a mistura robusta de rum, água, limão e açúcar (grog).

Quando: 30 de novembro a 6 de janeiro

França

Os mercados de Noel vestem Paris para a temporada natalina, com 20 bazares espalhados pelas ruas e mais uma variedade de pequenas feiras nos fins de semana.

Ao redor da Fontaine des Innocents é erguido o mercado Les Halles com labirinto de árvores de Natal, decorado por renas iluminadas e a cabana do Papai Noel. Nas tendas, vinho quente, raclette (queijo derretido), crepes quentinhos e castanhas assadas .

Quando: 22 de novembro a 30 de dezembro

Próximo ao Louvre, no jardim Tuileries, La Magie de Noël apresenta 100 tendas com produtos alimentícios, vinhos e presentes produzidos principalmente na França, além de uma dúzia de passeios festivos e uma pista de gelo.

Quando: 22 de novembro a 30 de dezembro

Nesta época do ano, a região da Alsácia é a grande paixão do brasileiro, com coração francês, Erlon Ribeiro. Autor do blog ParisILoveYou, ele frequenta os mercados nas cidades de Strasbourg e Colmar.

Segundo ele, o bazar de Strasbourg é conhecido como "A Capital do Natal", tradição que se estende por 400 anos. A iluminação natalina se expande desde a Catedral de Notre Dame aos prédios de arquitetura alsaciana. Por ali, há também pista de patinação no gelo, missa à meia-noite na Catedral e muito vinho quente.

Quando: 22 de novembro a 30 de dezembro

As feirinhas em Colmar apresentam aos visitantes diferentes especialidades, de mercado gourmet, na praça da Catedral; Natal da crianças, na quartier Petite Venise, com atividades para os pequenos ao Natal dos artesão, com uma variedade de manualidades locais.

Quando: 22 de novembro a 30 de dezembro

Hungria

Mercado de Natal em Budapeste, na Hungria (Foto: Getty Images)
Mercado de Natal em Budapeste, na Hungria (Foto: Getty Images)

A feira de Natal na Praça Vörösmarty, em Budapeste, é frequentemente considerada a única na cidade, o que felizmente não é verdade. Na verdade, essa á a mais antiga, inaugurada em 1998. Moradores e turistas enfrentam o frio nos grandes estandes de comida em busca de fumegantes tigelas de sopa goulash, repolho recheado (töltött káposzta), massa frita coberta com creme azedo, queijo e cebola (lángos) e o doce kürtőskalács, versão húngara do tcheco trdelník.

A poucos metros dali, a Associação Nacional de Artistas Folclóricos organiza o Mercado Bazar de São Estevão, em frente a Basílica do santo padroeiro do país.

Os artesãos dão um show com delicados artigos tradicionais de alta qualidade. Porcelanas pintadas à mão, cachecóis bordados e toda sorte de casacos e chapéus com pele de ovelha. A pista de patinação da basílica é diversão na certa para os turistas. Os iniciantes podem agendar aulas teóricas para deslizar com maestria pelo gelo.

Quando: 8 de novembro a 1° de janeiro - Praça Vörösmarty

Quando: 22 de novembro a 1° de janeiro - Praça Santo Estevão

Inglaterra

Mercado de Yuletide em Bath (Foto: Getty Images)
Mercado de Yuletide em Bath (Foto: Getty Images)

Na terra da rainha, a diversão natalina se divide entre as cidades de Manchester, Bath, Londres e Birmingham.

Manchester se enfeita com 300 estandes distribuídos pelas nove feirinhas da cidade. Por ali, os glutões podem encontrar biscoitos de gengibre, além de uma infinidade de receitas internacionais: salames italianos, profiteroles franceses, sopa húngaro e paella espanhola.

Quando: 9 de novembro a 22 de dezembro

O Mercado de Yuletide em Bath ganhou reputação mundial nos últimos 18 anos. Os mais de 200 chalés de madeira vendem de tudo, de comidas festivas e joias sob medida à decorações artesanais e aconchegantes malhas. As ruas ao redor da feira ficam cheias de visitantes e músicos locais com repertório natalino.

Quando: 9 de novembro a 22 de dezembro

Na capital britânica, o destino certo é o Hyde Park. Ali é construído o Winter Wonderland, conhecido como um dos melhores mercados do Reino Unido. O espaço mais parece um parque de diversões, com toda sorte de barracas temáticas, pista de patinação no gelo e entretenimento circense, na grande tenda Zippos Circus.

Uma vila é erguida em homenagem à Baviera oferecendo comidas e músicas típicas, além de uma Oktoberfest fora de época.

Quando: 21 de novembro a 5 de janeiro

O mercado de Natal de Frankfurt, em Birmingham, é o maior bazar natalino ao ar livre do Reino Unido, ocupa praticamente todo o centro da cidade. Vinho quente, música ao vivo e comidas tradicionais alemãs são ofertadas, enquanto moradores e turistas percorrem as bancas.

Quando: 7 de novembro a 23 de dezembro de 2019

Suíça

O mercado de Barfüsserplatz, na Suíça (Foto: Getty Images)
O mercado de Barfüsserplatz, na Suíça (Foto: Getty Images)

A multicultural Basel tem uma tradição enraizada como a maior e mais bonita cidade natalina de toda a Suíça. A cidade velha fica radiante na luz quente do Natal, com brilhosas fachadas douradas, cercadas por 100 pinheiros altos e iluminados que guiam os visitantes aos mercados em Barfüsserplatz e Münsterplatz. A atração gastronômica são os bolos de batata, queijo raclette, waffle e canecas de glühwein (claro!).

Parada obrigatória no mercado de Münsterplatz é na tenda Änis-Paradies, que desde o século 14 vende moldes para decorar biscoitos natalinos à base de anis.

Quando: 28 de novembro a 23 de dezembro

Anualmente na Christkindlimarkt sete mil peças de cristais Swarovski decoram a árvore de Natal do mercado montado dentro da estação de trem em Zurique. O aroma oficial é a combinação de vinho quente e canela.

Quando: 21 de novembro a 24 de dezembro

Já Lucerna, considerada a porta de entrada para os Alpes, é famosa pela Lozärner Weihnachtsmärt, feira de natal montada todos os anos que concentra as luzes típicas e mil biscoitos de gengibre frescos, servidos ao público que vai à região em busca da magia dos feriados de dezembro e suas delícias.

Quando: 5 de dezembro a 22 de dezembro

Bélgica

Winter Wonders na Bélgica (foto: Getty Images)
Winter Wonders na Bélgica (foto: Getty Images)

A capital Bruxelas é palco do Winter Wonders, o espaço natalino favorito dos belgas. No centro da cidade, duzentos chalés se espalham entre as praças Grande e St. Catherine e pelas ruas ao redor de Beurs e Muntplein.

O espetáculo fica por conta do show das luzes de Natal, na Grand-Place. A cada hora, das 5 da tarde às 10 da noite, a iluminação é sincronizada com canções natalinas.

Os comilões encontram uma diversificada oferta de pratos, desde bolos alemãs à base de batata ralada (kartoffelpuffer) aos queridinhos waffles, mexilhões e batatas fritas. Mas a crème de la crème é, sem dúvida, o chocolate. O país produz anualmente 1.700 toneladas e nos mercadinhos são encontrados em inúmeros sabores em versões temáticas.

Quando: 29 de novembro a 5 de janeiro

Suécia

O mercado de Natal Gamla Stan (Foto: Bob Strong/Reuters)
O mercado de Natal Gamla Stan (Foto: Bob Strong/Reuters)

O bazar mais tradicional e famoso de Estocolmo fica em Gamla Stan, no coração da cidade velha. As pequenas tendas exibem doces tradicionais e uma variedade de salsichas defumadas, porções de carne de rena e alce e caneca de vinho quente (glögg).

Um grande cabra de palha (julbock) é decoração oficial em todos os mercados do país. Esse antigo símbolo natalino tem origem remota, muito antes da era cristã, e é relacionado ao deus Thor que viajava pelos céus da Escandinávia puxado por dois desses animais.

Quando: 23 de novembro a 23 de dezembro

Croácia

O mercado de Natal em Zagreb foi eleito por três anos seguidos como o melhor da Europa, segundo a organização de turismo e cultura European Best Destinations.

Toda a cidade se parada para a temporada natalina com pista de patinação, parque de diversões, músicas ao vivo pelas ruas, presépio com encenação ao vivo, sessões de conto de Natal, além de muita comida e bebida.

Os stands de comida apresentam o clássico e secular poljički soparnik - torta fina recheada com acelga, alho e cebola; sarma - ensopado de folhas de repolho, recheadas com carne moída, arroz e temperos; embutidos artesanais, como o cachorro quente de vitela com pepino em conserva, chouriço com marmelada de cebola e molho de tomate, salsicha de cordeiro com molho tzatziki e tapenade de azeitonas pretas.

Quando: 29 de novembro a 1 de janeiro