Infiéis confessam por que eles traem; não é apenas pelo sexo

O que pode estar por trás de uma traição? Talvez haja razões que vão além do sexo. Ou pelo menos é o que uma pesquisa do portal de encontros Ashley Madison revela.

Além do sexo, os entrevistados revelaram outras razões pelas quais eles traem. Foto: AJ_Watt / Getty Images

O site recebeu respostas de 2 mil de seus membros. Entre os resultados, foi revelado que a principal razão para os homens e mulheres manterem um relacionamento extraconjugal seria o sexo. No entanto, não é o único motivo.

Entre os entrevistados, relata o site ABC, 43% das mulheres e 23% dos homens revelaram ser infiéis porque buscam “sentir borboletas no estômago” novamente. Por sua vez, 41% das mulheres e 39% dos homens relataram que trairiam por curiosidade de explorar novos desejos.

Os resultados foram os seguintes:

O que as mulheres procuram em uma aventura

Sexo – 65%
Sentir borboletas no estômago novamente – 43%
Explorar novos desejos – 41%
Afeto – 41%
Amizade – 39%

O que os homens procuram em uma aventura

Sexo – 87%
Explorar novos desejos – 39%
Amizade – 39%
Afeto – 33%

Sentir borboletas no estômago novamente – 23%

Infiel para ser … fiel?

A pesquisa também revelou que 56% dos participantes disseram que amavam seus parceiros, mas que eles estavam procurando por maior satisfação sexual, enquanto 17% buscaram maior satisfação emocional.

De acordo com o The Sun, 33% dos entrevistados confessaram o quanto é excitante ter um parceiro fora do relacionamento. E o que 24% dos entrevistados disseram foi impressionante: que traem porque querem manter sua família unida.

“Muitas pessoas traem para manter o casamento. De fato, alguns dizem que fazem isso porque querem manter a família unida. Eles podem encontrar um parceiro fora do casamento ao invés de acabar com o casamento se divorciando “. Isso é indicado pelo Dr. Tammy Nelson, terapeuta sexual e autor de A Nova Monogamia: Redefinindo seu relacionamento após a traição, citado por Ashley Madison.

E acrescenta: “É raro as pessoas terem uma aventura fora do casamento sem pensar em como isso poderia beneficiar sua monogamia. Por mais paradoxal que pareça, para alguns é melhor trair do que se divorciar.”

Alguns entrevistados afirmaram que a infidelidade ajudou a salvar o casamento. Foto: Karl Tapales / Getty Images

Segundo esse site, algumas pessoas têm família e um casamento amoroso com estabilidade financeira, mas haveria carência em áreas específicas nesses relacionamentos. Portanto, 32% das mulheres e 33% dos homens só procurariam parceiros fora do relacionamento para algo sem compromisso.

“Não é sempre sobre encontrar alguém novo e fugir da realidade, o que poderia destruir a dinâmica familiar. Falamos com muitos dos nossos membros e eles nos dizem que a infidelidade ajudou a salvar o casamento deles, satisfazendo seus desejos naturais, permitindo que eles retornassem ao casamento como uma pessoa mais completa.” Isto foi afirmado Victor Hermosillo, diretor de comunicações da Ashley Madison para o mercado hispânico, em um comunicado.

Abraham Monterrosas Vigueras