Os filmes de terror mais lucrativos da história de Hollywood

·4 min de leitura
O Exorcista, It: A Coisa e O Sexto Sentido: filmes que mostram a capacidade de fazer dinheiro do gênero terror (fotos: reprodução)
O Exorcista, It: A Coisa e O Sexto Sentido: filmes que mostram a capacidade de fazer dinheiro do gênero terror (fotos: reprodução)

Há quem diga que os filmes de terror são a melhor fonte de dinheiro de Hollywood. Com orçamentos tradicionalmente enxugados, eles quase sempre têm retorno garantido - já que os fãs do gênero costumam prestigiar até mesmo os longas ruins do gênero.

Dentro do segmento, muitas franquias já fizeram rios de dinheiro. Os filmes de "O Exorcista", por exemplo, faturaram US$ 3,3 bilhões entre 1973 e 2005. Como se não fosse o bastante, agora a saga se prepara fazer ainda mais grana com uma nova trilogia.

Leia também:

Aproveitando a chegada do Halloween, revelamos abaixo quais são os filmes de terror mais lucrativos da história - e também os que fizeram mais dinheiro com menos orçamento. Prepare-se para levar um susto, mas dessa vez de inveja, não de medo.

Os mais de terror mais lucrativos da história

1. “O Exorcista” (1973) – US$ 2,6 bilhões

<p>Considerado um dos maiores clássicos do cinema, o filme sobre uma garota possuída foi o campeão do gênero por 44 anos. Arrecadação: US$ 232,9 milhões. (Imagem: divulgação Warner) </p>
Linda Blair em cena de "O Exorcista" (Imagem: divulgação Warner)

O clássico dos clássicos. Dirigido por William Friedkin, o primeiro longa da franquia se transformou em um fenômeno cultural, fazendo diferentes gerações se tremerem de medo com a história de Regan, uma garota de 12 anos que foi possuída pelo demônio.

2. “O Sexto Sentido” (1999) – US$ 1,1 bilhão

<p>Seja pela cena de “eu vejo pessoas mortas” ou pela reviravolta final, o filme entrou de vez na galeria dos clássicos do cinema. Superar o trabalho que o lançou ao estrelato será sempre uma tarefa quase impossível para Shyamalan, mas torcemos para que ele continue tentando! (Imagem: divulgação Buena Vista) </p>
Bruce Willis e Haley Joel Osment em cena de "O Sexto Sentido" (Imagem: divulgação Buena Vista)

O longa de M. Night Shyamalan é uma das maiores vítimas de spoilers da história. Embora hoje quase todo mundo saiba o que estava por trás dos espíritos que o garoto Cole, o mistério revelado no final do longa levou multidões ao redor do mundo ao cinema no final da década de 1990, garantindo o segundo lugar deste ranking.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

3. “It: A Coisa” (2017) – US$ 740 milhões

Imagem da franquia
Imagem do palhaço Pennywise (Bill Skarsgård) na franquia "It: A Coisa" (reprodução)

Muitos diretores adaptaram as obras de Stephen King para os cinemas, mas nenhum deles fez mais dinheiro do que Andy Muschietti com "It: A Coisa", a história de Pennywise, um palhaço que se alimenta de medos e se esconde no esgoto. Nesta semana, a vítima do assassinato que inspirou o longa foi identificada 45 anos depois do crime.

4. “Sinais” (2002) – US$ 590 milhões

Foto de divulgação do filme
Foto de divulgação do filme "Sinais" (reprodução)

Mais uma obra marcante de M. Night Shyamalan. Com um mistério do aparecimento de misteriosos círculos na plantação de uma família, o diretor conseguiu a proeza de fazer terror ao misturar dois temas aparentemente distintos: religiosidade e a crença em alienígenas.

5. “O Silêncio dos Inocentes” (1991) – US$ 520 milhões

<p>Mesmo se só tivesse dirigido este filme, um dos maiores suspenses policiais do cinema, seu nome já estaria na história. O longa lhe rendeu o Oscar de melhor diretor e ganhou outras 4 estatuetas. (Imagem: divulgação MGM) </p>
Anthony Hopkins e Jodie Foster em cena de "O Silêncio dos Inocentes" (Imagem: divulgação MGM)

Um clássico do cinema dos anos 1990. Com atuações magistrais de Anthony Hopkins e Jodie Foster, o longa de Jonathan Demme, além de brilhar em números de bilheteria, fez a limpa no Oscar, ganhando cinco estatuetas: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator (Hopkins), Melhor Atriz (e Foster) e Melhor Roteiro Adaptado.

Os filmes de terror que fizeram mais dinheiro com menos orçamento

1. “Atividade Paranormal” (2007):

Orçamento: US$ 215 mil

Bilheteria: US$ 190 milhões

A ideia do filme era muito simples: um jovem casal se muda para uma casa e coisas estranhas acontecem todas as noites. Bastaram algumas câmeras de segurança e outras filmadoras de mão para que Oren Peli criasse a sua própria franquia, uma máquina de dinheiro no terror (ainda que só o primeiro longa seja lembrado como memorável).

2. “A Bruxa de Blair” (1999):

Orçamento: US$ 500 mil

Bilheteria: US$ 250 milhões

Sem "A Bruxa de Blair", não existiria "Atividade Paranormal" e outros filmes de terror modernos marcados por câmeras estremecidas rente a rostos assustados. O longa dos diretores Daniel Myrick e Eduardo Sánchez foi um acerto tão grande que muita gente se pergunta até hoje se os fatos narrados na obra são mesmo ficção.

3. “A noite dos Mortos-Vivos” (1968):

Orçamento: US$ 110 mil

Bilheteria: US$ 30 milhões

Um dos maiores clássicos do cinema de baixo orçamento. Pioneiro entre as histórias dos zumbis do cinema e os filmes de terror com forte significado social, o longa de George Romero, na verdade, não foi feito para fazer dinheiro - tanto que foi registrado sem o símbolo de copyright, fazendo com que o trabalho seja até hoje de domínio público. Apesar disso, a bilheteria rendeu um grande montante de grana para todos os envolvidos.

4. “Halloween – A Noite do Terror”(1978):

Orçamento: US$ 330 mil

Bilheteria: US$ 50 milhões

Ninguém - nem mesmo o diretor John Carpenter - poderia imaginar que um filme tão barato renderia tanto dinheiro. A máscara usada por vilão foi a mais barata encontrada na região de filmagens - curiosamente a mesma utilizada por William Shatner no filme "The Devil's Rain" (1975). Além disso, não havia figurinista - o que obrigou os atores do elenco a usarem as próprias roupas durante as filmagens.

5. “Sexta-Feira 13” (1980):

Orçamento: US$ 550 mil

Bilheteria: US$ 60 milhões

O filme que apresentou o vilão Jason Voorhees ao mundo teve um orçamento muito limitado - o que, de acordo com o diretor Sean S. Cunningham, foi inspirado no sucesso recente de “Halloween – A Noite do Terror”. 

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos