Os favoritos de Anitta: veja quais são as séries e os filmes brasileiros que a cantora indica aos amigos gringos e onde assistir

Poderosa que só, Anitta usou suas redes sociais para cobrar as plataformas de streaming sobre a ausência de legendas em inglês para filmes e séries nacionais dos catálogos. Segunda a cantora, ela constantemente tenta apresentar produções brasileiras para seus amigos estrangeiros, mas é impedida justamente por causa da falta dos diálogos escritos em outro idoma.

A reclamação de Anitta se deu justamente na semana em que se comemora o Dia do Cinema Brasileiro (19 de junho). “Queria pedir encarecidamente que alguma plataforma disponibilize nossos filmes com legendas em inglês para fora do Brasil. Poxa, eu tento mostrar um pouco da cultura e do humor nos filmes brasileiros pros meus amigos estrangeiros e quase nunca consigo”, escreveu a cantora num comentário feito numa postagem do perfil Mídia Ninja, no Instagram.

Anitta afirmou que, até então, só havia conseguido apresentar para amigos “Cidade de Deus” e stand-ups do comediante Whindersson Nunes. “Tentei ‘Carandiru’, não achei. Tentei ‘Central do Brasil’, nada. As séries também... ‘Justiça’, Dercy Gonçalves (‘Dercy de verdade’), Hebe Camargo (‘Hebe’). Nada com legenda em inglês. O filme do palhaço Bozo (‘Bingo: o rei das manhãs’). Os do Paulo Gustavo. Nossa, tanto filme bom do Brasil e nunca consigo achar com legendas em inglês para mostrar pros estrangeiros como nosso cinema é mara. Tinha que ter”, concluiu Anitta.

Abaixo, veja um pouco mais sobre os filmes e as séries que ela recomenda, prepare a pipoca e divirta-se com esse catálogo poderoso!

FILMES

“Bingo: o rei das manhãs”

Amazon Prime (para alugar avulso por R$ 7,90) e HBO Max

A produção de 2017, dirigida por Daniel Rezende, é uma cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo, famoso na década de 80 na TV, mas também protagonista de várias polêmicas (ele se envolveu com drogas e chegou a usá-las nos bastidores do programa infantil). No papel principal está Vladimir Brichta, mas o elenco conta ainda com Leandra Leal, Augusto Madeira e outros. Gênero: Drama Duração: 1h53 Classificação: 16 anos

“Carandiru”

Globoplay e Reserva Imovision

O filme de 2003 dirigido por Hector Babenco e inspirado no livro “Estação Carandiru”, de Drauzio Varella, narra as histórias de crime, vingança, amor e amizade vivenciadas pelo médico ao longo de mais de dez anos trabalhando na Casa de Detenção de São Paulo. No elenco estão Luis Carlos Vasconcelos, Ailton Graça, Caio Blat, Enrique Diaz, Rodrigo Santoro, Gero Camilo, Floriano Peixoto, Leona Cavalli, Lázaro Ramos, Maria Luisa Mendonça e outros. Gênero: Drama Duração: 2h23 Classificação: 16 anos

“Central do Brasil”

Globoplay

O filme de Walter Salles, de 1998, protagonizado por Fernanda Montenegro e Vinícius de Oliveira, conta a história de Dora, que escreve cartas para analfabetos na Central do Brasil. Quando uma de suas clientes, que tentava reaproximar o filho do pai, morre, Dora resolve acolher a criança e buscar com ela o homem. A atuação impecável de Fernandona rendeu a ela uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz; até hoje, ela foi a única brasileira a disputar a estatueta nessa categoria — quem levou naquele ano foi Gwyneth Paltrow por “Shakespeare apaixonado”. Gênero: Drama Duração: 1h47 Classificação: 12 anos

“Cidade de Deus”

Globoplay e Paramount+

O filme de 2002, com direção de Fernando Meirelles e Kátia Lund, conta a história de um jovem morador da Cidade de Deus que cresce em meio à violência e, com medo de entrar para o crime, vê na fotografia a oportunidade de ter uma vida digna. No elenco estão Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino, Douglas Silva, Alice Braga, Matheus Nachtergaele e Seu Jorge, entre outros. Gênero: Drama, policial Duração: 2h07 Classificação: 18 anos

“Minha mãe é uma peça”

Globoplay (filmes 1, 2 e 3) e Netflix (o primeiro filme)

Os três filmes da querida personagem Dona Hermínia, vivida por Paulo Gustavo e inspirada na mãe dele, são um sucesso de bilheterial nacional. No primeiro (dirigido por André Pellenz, de 2013), que mostra a relação da matriarca com os filhos Juliano (Rodrigo Pandolfo), Marcelina (Mariana Xavier) e Garib (Bruno Bebianno), a matriarca se sente desprezada por eles e decide passar um tempo na casa de uma tia para desabafar e relembrar o passado. No segundo (dirigido por César Rodrigues, de 2016), a vida de Hermínia vira de ponta-cabeça quando os filhos querem morar sozinhos. E no terceiro (dirigido por Susana Garcia, de 2019), a personagem descobre que Marcelina está grávida e que Juliano vai se casar; e, para fugir do sofrimento que sente ao vê-los tomando as rédeas das próprias vidas, ela tenta se alegrar focando nos preparativos do casamento dele com Thiago (Lucas Cordeiro). Gênero: Comédia Duração: 1h21 o primeiro; 1h28 o segundo; 1h49 o terceiro Classificação: 12 anos (todos)

_____________________

SÉRIES

“Dercy de verdade”

Globoplay

Com Heloisa Périssé e Fafy Siqueira brilhantes no papel da comediante, a minissérie biográfica de 2012, em quatro episódios de mais ou menos 40 minutos cada, narra a trajetória da atriz em diferentes fases, contando seus dramas pessoais e, claro, deixando em evidência sua irreverência e ousadia. Autor: Maria Adelaide Amaral Direção artística: Jorge Fernando Direção: Jorge Fernando Classificação: 14 anos

“Hebe”

Amazon Prime (para alugar avulso por R$ 7,90) e Globoplay

Com Valentina Herszage e Andréa Beltrão dividindo o papel de Hebe Carmargo, a série biográfica de 2019, com dez episódios de 40 minutos a uma hora cada, conta a história, ao longo de oito décadas, da menina pobre do interior que realiza o sonho de se tornar uma grande estrela. No elenco estão ainda Marco Ricca, Danton Mello, Ângelo Antônio, Daniel de Oliveira e Gabriel Braga Nunes, entre outros. Autor: Carolina Kotscho Direção artística: Maurício Farias Direção: Maria Clara Abreu Classificação: 14 anos

“Justiça”

Globoplay

A série lançada em 2016 com 20 episódios, cada um com 40 minutos a uma hora, convida o espectador para uma reflexão sobre questões humanas que envolvem valores morais a partir de quatro histórias independentes, porém, interligadas. No elenco estão Adriana Esteves, Antônio Calloni, Cauã Reymond, Déborah Bloch, Drica Moraes, Enrique Diaz, Jéssica Ellen, Jesuita Barbosa, Julia Dalavia, Leandra Leal, Luisa Arraes, Marina Ruy Barbosa, Marjorie Estiano e grande elenco. Autor: Manuela Dias Direção artística: José Luiz Villamarim Direção: Luisa Lima, Walter Carvalho, Isabella Teixeira e Marcus Figueiredo Classificação: 16 anos

_____________________

BÔNUS

Stand-ups do Whindersson Nunes

No catálogo da Netflix, são dois disponíveis: “Adulto” (1h08), de 2019; e “É de mim mesmo” (1h03), deste ano. O comediante também tem um canal no YouTube, com mais de 43,8 milhões de inscritos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos