Os delírios de consumo de um quarentener: compras inúteis na pandemia

Jader Theophilo
·4 minuto de leitura
(Reprodução Twitter mapuglesi)
Divulgação

Mais alguém aí descontou o tédio da quarentena comprando tudo o que não precisava? Se isso também aconteceu com você, bem vindo ao time. Embora o pensamento sempre fuja em direção aos ensinamentos de Nath Finanças, toda vez que ouvimos a palavra “promoção”, o coração dispara e o corpo arrepia.

É como se a falta de eventos públicos nos estimulasse a buscar novos escapismos sociais. Por um lado, isso pode ser interessante pois conseguimos investir naquele objeto tão sonhado. Por outro, algumas compras representam apenas, os delírios de um quarentener solitário. Sendo assim, separamos uma lista com aquilo que, todos nós, aprendizes de Rebecca Bloomwood, não resistimos e acabamos adquirindo.

Totalmente justificável, um chinelinho de peixe é o elemento que deixa qualquer visual mais moderno. Além disso, reforça o amor pelos animais. Só não pode deixe a Luisa Mell saber.

Manda a Betinha lustrar a coroa e pôr a água pra ferver, porque estamos chegando para o chá da tarde. Afinal, essa é uma forma deliciosa de extravasar todo estresse de 2020 e aguardar de forma plena o desenrolar de 2021.

Seguindo os mandamentos de Olivia Newton-John e Dua Lipa, “lets get physical”. Em época de isolamento, se exercitar sozinho, talvez, seja a maneira mais segura de entrar em forma, não é mesmo Então investir em comprinhas que liberam a endorfina nunca é demais.

Aquecer os dedos é um detalhe muito importante, sim. Não que as meias convencionais já não façam esse papel de forma inquestionável, mas é que ter uma “luvas para os pés” parece ser o tipo de compra irresistível.

A compra de meias, realmente, se tornou febre na quarentena.

Com tantos lançamentos extremamente tecnológicos, a quarentena também pode aflorar o seu lado retrô. Esse sentimento pode resultar em compras interessantes, como um clássico videogame portátil, por exemplo.

E o clima nostálgico invade a literatura. Dessa vez, é com a compra de gibis, os queridinhos de várias crianças e adultos pelo país.

“Gente, que coisa mais fofa. Preciso comprar.” É assim que nasce a categoria porta coisas em nossos carrinhos de compras. Mas, cá entre nós, tem como viver sem um trenzinho desse?

Já reparou que quando passamos muito tempo em casa arranjamos várias reformas que queremos fazer? Sendo assim, ter seu equipamento de “faz tudo” é apenas o que falta para colocar a mão na massa.

Para que agendar uma sessão de tatuagem, se você pode ter sua própria máquina de tatuagem? Encare como um investimento, que pode render felizes e futuras consequências financeiras.

Completamente chocado, e confuso, em saber que existe um cortador de cebolinhas no formato de cebolinha. Já estamos pensando em um cortador de tomates, em formato de tomate, ralado de cenoura…

Poderíamos ficar horas citando a lista de produtos “essenciais” adquiridos na quarentena, mas como estamos finalizando nossa compra importantíssima de adesivos para cartão de crédito, vamos parar por aqui.

A gente quer parar de comprar coisa inútil em 2021 e viver como a gente fazia antes. Vamos focar nisso, gente?