Os 5 piores momentos da saga Star Wars nos cinemas

Luke Skywalker (Mark Hamill) descobrindo quem é o seu pai em Star-Wars: O Império Contra-ataca (reprodução)


No dia 4 de maio, o mundo comemora o Star Wars Day. A data com o já batido trocadilho repetido entre os fãs da saga criada por George Lucas: pela proximidade dos sons, “May the Force be with you” ("que a força esteja com você", na tradução clássica) se tornou “May the Fourth be with you" ("que o 4 de Maio esteja com você"). Enfim, é só mais uma desculpa para venerarmos ainda mais os filmes com sabres de luz.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Responsável por transformar o cinema blockbuster de Hollywood em um negócio ainda maior e mais lucrativo, a franquia teve seus altos e baixos durante as últimas décadas. Erros e acertam envolvendo a trajetória dos personagens causam discussões de décadas entre os apaixonados pelo universo. Nesta data comemorativa, mostramos os erros que mais nos incomodaram nos nove filmes lançados com o selo Star Wars no cinema.

Leia também

O parentesco de Rey

Rey (Daisy Ridley) merecia um desfecho melhor em Star Wars (reprodução)

Star Wars: A Ascensão Skywalker é, para muita gente, o pior filme já produzido da saga. Chamado de "desfecho destruidor de nexo" por alguns fãs, o nono longa desmontou muitas certezas de enredo e acabou deixando muita gente confusa. Uma das revelações nocivas neste sentido foi a revelação que Rey é neta do Imperador Palpatine, grande mente por traz do Lado Negro da Força. Depois de passarmos toda a trilogia nos afeiçoando com uma personagem que crescia aparentemente sem parentesco importante, a informação soou como um grande tiro no pé da franquia.

O Nooooo de Darth Vader

A reação de Luke Skywalker ao descobrir que Darth Vader é o seu pai se tornou clássica - e talvez não pelos motivos que os realizadores miraram. Não deixa de ser hilário ver o personagem de Mark Hamill gritando "nãããããão" pendurado. Infelizmente, não podemos tecer os mesmos elogios ao "noooo" de Darth Vader em "A Vingança dos Sith" na cena lembrada como “a morte simbólica de Anakin”. Provavelmente, o pior fan service da saga.

O "assassinato" cometido por Han Solo

Em 1997, George Lucas criou edições especiais de todos os longas produzidos de Star Wars até então. Na nova versão de "Uma Nova Esperança", o diretor tentou consertar um dos momentos mais polêmicos da série. Se antes Han Solo matava o caçador de recompensas Greedo com visível frieza, agora o personagem de Harrison Ford levava um tiro do seu oponente, agindo portanto em legítima defesa. Uma decisão que, infelizmente, acaba deixando o icônico anti-herói muito menos complexo.

O fim de Boba Fett

Boba Fett: saudades (reprodução)

Como o braço direito do Darth Vader pôde ser descartado com tanta facilidade? Ninguém sabe. Após roubar a cena em "O Império Contra-Ataca", ele acaba morrendo na primeira oportunidade no filme seguinte, "O Retorno de Jedi", em uma cena rápida, como se não tivesse importância. Perdemos um vilão promissor.

A existência de Jar Jar Binks

Um erro chamado Jar Jar Binks (reprodução)

Claro que ele não poderia faltar na lista. O alien esquisito que surge em A Ameaça Fantasma foi feito com a melhor computação gráfica do final dos anos 1990, mas acabou prejudicando toda a credibilidade dos filmes prequel de Star Wars, sendo lembrado hoje pela má aparência e, principalmente, por piadas sobre... flatulência. Um erro que não se tornou em alívio cômico nem mesmo com o passar dos anos.

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.