Os 10 países mais sustentáveis do mundo

·4 minuto de leitura
Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

O Environmental Performance Index (EPI) é um ranking que analisa o desempenho sustentável pelo mundo. Comandado por universidades nos Estados Unidos, ele tem como principal objetivo é descobrir quais países cuidam melhor de seus recursos e desenvolvem mais iniciativas em prol do meio ambiente. Na edição de 2020, o estudo avaliou 180 nações e 32 métricas, como poluição e biodiversidade. Confira os top 10.

1. Dinamarca
A Dinamarca é um exemplo de sustentabilidade e consciência ambiental. Muito disso se deve aos conceitos adotados pela capital, Copenhague. Além de oferecer altos níveis de qualidade de vida, a cidade tem, entre suas prioridades, a promoção de espaços públicos e condições sociais. A preferência por bicicletas, produtos orgânicos e energia renovável também contribuíram para que o país alcançasse esse patamar.

2. Luxemburgo
O pequeno país europeu é reconhecido principalmente por investir em políticas públicas voltadas à mobilidade. Ele não só incentiva a população a comprar carros ecológicos como é o único no mundo a oferecer transporte público gratuito. Outra frente que Luxemburgo aposta pesado é a expansão de energia solar fotovoltaica.

3. Suíça
A Suíça prega entre seus habitantes o respeito ao meio ambiente e a consciência real da necessidade de gerar impacto positivo ao ecossistema. Essa mentalidade foi responsável por fazer com que o país se tornasse precursor em ações contra gases poluentes. O governo também criou programas para controlar o desmatamento de suas florestas e incentivou a adesão a fontes de energia pouco poluentes.

4. Reino Unido
Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales são bem engajados quando o assunto é sustentabilidade. O maior destaque fica por conta das estratégias para diminuir a emissão de carbono, incluindo uma legislação que visa reduzir a zero os gases de efeito estufa até 2050. Vale destacar que a principal cidade nessa frente é a inglesa Bristol.

5. França
O país é reconhecido por suas políticas verdes relacionadas à alimentação. Os supermercados, por exemplo, não podem jogar fora a comida que não foi vendida. Paris, por sua vez, lidera outras iniciativas interessantes. Existe um projeto para tornar a cidade a capital da moda sustentável até 2024. Já existe até uma legislação que determina que os prédios comerciais tenham telhados verdes ou placas solares.

6. Áustria
Rica em recursos naturais, a Áustria é cortada pelos rios Danúbio e Inn e tem uma floresta que cobre 46% de seu território. Para preservar o patrimônio, o país segue uma agenda rigorosa. A capital Viena, por sua vez, implementou o projeto Smart City Vienna, cujo objetivo é atingir níveis de zero emissão de gases e autossuficiência de energia.

7. Finlândia
Uma das ações mais interessantes da Finlândia é importar itens apenas de países que oferecem produtos oriundos de práticas sustentáveis. A nação nórdica também tem 13% das florestas protegidas e é abastecida por 32% da energia renovável. A cidade que mais se destaca nesse sentido é Lahti. Desde 1997, ela conta com um plano de limpeza do ar. Além disso, a região é particularmente forte na política de gestão de resíduos, crescimento verde e ecoinovação.

8. Suécia
A Suécia é destaque quando o assunto é reciclagem. Apenas 1% do lixo produzido pela população do país vai parar nos lixões. Os outros 99% são reciclados, reutilizados ou, em último caso, incinerado para produzir energia. O país também tem o primeiro shopping de produtos recicláveis do mundo. Além de lojas, o centro comercial conta com um restaurante orgânico e espaços para debates a respeito do futuro do meio ambiente.

9. Noruega
No caminho para se tornar o primeiro país totalmente movido por energia limpa, a Noruega estabeleceu que, a partir de 2025, os carros movidos a combustíveis fósseis deixarão de ser usados por lá – cerca de 100 mil modelos elétricos já estão em circulação. Outro ponto interessante é a iluminação inteligente da capital Olso, que se ajusta de acordo as condições meteorológicas e de tráfego.

10. Alemanha
Desde 2002, o governo se baseia em estratégias para um desenvolvimento sustentável. Para atingir os objetivos estipulados, a Alemanha faz com que a sua política seja examinada regularmente por um grupo de especialistas internacionais. As ações de maior destaque ficam para o setor industrial. Essen, por exemplo, recuperou áreas degradadas por empresas de aço e carvão para se tornar em uma das cidades mais limpas do país.