Orlando Morais deixa hospital onde se tratava de Covid

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor Orlando Morais, 59, recebeu alta hospitalar nesta quinta-feira (1º) após vencer a Covid-19. O artista estava internado em um hospital em Brasília, no Distrito Federal. Ele deixou o prédio em uma cadeira de rodas e recebeu carinho de sua esposa, Glória Pires, 57. "Quero agradecer a todos vocês, a todos os profissionais, o que vocês fizeram por mim. Entraram todo dia no meu quarto sorrindo, dando amor, dando luz, dando vida", disse o músico. "Que todas as pessoas que estejam no mundo, nesse momento, passando por isso, recebam o mesmo amor que eu recebi de vocês". "Vocês são incríveis, vocês são guerreiros. O que vocês têm feito pela humanidade, pelo Brasil, é incrível. Só deus para poder abençoar vocês", finalizou o cantor. Pires se emocionou com a saída do marido do hospital, e ele também agradeceu por todo o apoio que recebeu de sua família. "Quero agradecer à minha família, minha mãe, em especial. Agradecer aos meus filhos, Cleo, Antonia, Ana, Bento, meus irmãos. E agradecer a você, Glória, que respirou e soprou em meu pulmão no momento mais difícil. Me fez voltar. Eu te amo muito. Te dedico a minha vida", afirmou. Ele cantou a música "A Rota do Indivíduo" (1992), uma parceria com o músico Djavan. Ele precisou "pegar fôlego" com a ajuda de uma bombinha de ar. No final do registro, ele chorou muito e foi aplaudido pelos presentes. O vídeo foi publicado em seu perfil no Instagram e, na legenda, ele contou como irá passar o feriado da Páscoa. "Vou passar a Páscoa com minha família, em casa e descansando, de onde sigo com minhas orações para todos que estão em tratamento", escreveu. "Vocês vão vencer essa, eu tenho fé. ?Continuem se cuidando, nós vamos vencer essa e logo mais poderemos nos abraçar novamente". Nos comentários fãs e famosos celebraram a vitória do cantor. "Chorei com você meu amor! Deus é maravilhoso, você é muito amado por todos nós!", escreveu Preta Gil.