Olavo de Carvalho diz que quem escreveu as músicas dos Beatles foi sociólogo alemão

***Arquivo **RICHMOND, EUA, 06.10.2017 - O escritor, conferencista, ensaísta, jornalista e filósofo brasileiro, Olavo de Carvalho. Ele é um dos principais representantes do conservadorismo brasileiro. Olavo é autor da trilogia de livros “A Nova Era e a Revolução Cultural” (1994), “O Jardim das Aflições” (1995) e “O Imbecil Coletivo” (1996). Já foi astrólogo, escreveu para jornais e hoje ministra aulas de filosofia online. (Foto: Vivi Zanatta/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Olavo de Carvalho, 72, afirmou que quem escrevia as músicas dos Beatles era, na verdade, o sociólogo e filósofo alemão Theodor Adorno. A declaração foi feita em vídeo, que viralizou na internet. 

"Vou investigar, mas me parece verdadeiro pelo contexto: os Beatles eram semianalfabetos em música. Mal sabiam tocar violão. Quem compôs as canções foi o Theodor Adorno", afirma o guru da família Bolsonaro. 

Além da declaração, o escritor falou sobre o "efeito devastador dos Beatles". "É tudo celebração de LSD, das drogas. Você sabe como terminou John Lennon, como terminaram outros? Você tem ideia da porcaria que os Beatles fizeram no mundo? Beatles e outros inúmeros conjuntos", disse. 

Olavo de Carvalho é um dos maiores representantes do conservadorismo no Brasil e é conselheiro do presidente Bolsonaro e de seus filhos. O escritor fala também, no vídeo, das bandas de rock em geral: "Os principais conjuntos de rock americanos, todos eles têm pelo menos uma canção de celebração a satanás. É satanismo explícito". 

Theodor Adorno é um pensador representante da Escola de Frankfurt. O sociólogo morreu nove anos após formação da banda britânica.