Ofertas em leilão de código original da World Wide Web saltam para US$2,8 milhões

·1 minuto de leitura
Tim Berners-Lee

LONDRES (Reuters) - As ofertas pelo código-fonte original da World Wide Web escrito pelo seu inventor, Tim Berners-Lee, subiram para 2,8 milhões de dólares ante o preço de abertura do leilão de 1.000 dólares dois dias antes do certame ser encerrado pela Sotheby's.

Berners-Lee, cientista britânico de computadores, inventou a World Wide Web em 1989, revolucionando o compartilhamento e criação de informações e criando uma das invenções mais importantes da humanidade desde a máquina de imprensa na Alemanha do século 15.

O token não fungível (NFT) assinado digitalmente na blockchain Ethereum, um ativo digital que registra a propriedade de um bem, inclui o código-fonte original, uma visualização animada, uma carta escrita por Berners-Lee e um poster digital do código completo extraído dos arquivos originais.

O leilão acaba às 15h01 (horário de Brasília) de quarta-feira.

NFTs explodiram em popularidade nos últimos meses. O mais caro deles conhecido até agora foi vendido em março deste ano. O token envolveu uma colagem digital do artista norte-americano Mike Winkelmann, conhecido como Beeple. O NFT foi vendido por 69,3 milhões de dólares em um leilão na Christie’s.

O leilão da colagem digital também foi a primeira venda de uma obra de arte eletrônica por uma grande casa de leilões.

Desde então, nenhum NFT que se tenha conhecimento foi vendido perto deste valor. Em junho, um único NFT “CryptoPunk” – uma imagem pixelada de um rosto de um personagem de cartoon – foi vendido por 11,8 milhões de dólares na Sotheby’s.

(Por Guy Faulconbridge e Elizabeth Howcroft)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos