'O Twitter não pode se tornar uma terra sem lei', diz Elon Musk ao comprar plataforma

Elon Musk credit:Bang Showbiz
Elon Musk credit:Bang Showbiz

Elon Musk acredita que o Twitter não pode se tornar uma "terra sem lei".

O bilionário, 51, fez o comentário em um post descrevendo sua visão para a empresa, em meio ao seu acordo de U$ 44 bilhões para comprar a plataforma digital.

O dono da Tesla afirmou que planeja promover um espaço de incentivo ao diálogo, ao invés das visões extremistas frequentemente compartilhadas na rede social.

"A razão pela qual adquiri o Twitter é porque é importante para o futuro da civilização ter uma praça digital comum, onde uma ampla gama de crenças possa ser debatida de maneira saudável, sem recorrer à violência", começou ele.

O empresário acrescentou que há um enorme perigo de que as redes sociais se fragmentem em câmaras de eco de extrema direita e extrema esquerda que possam dividir a sociedade.

"Na busca implacável por cliques, grande parte da mídia tradicional alimentou e atendeu a esses extremos polarizados, pois acredita que é isso que gera lucro, mas, ao fazê-lo, perde-se a oportunidade de diálogo. O Twitter obviamente não pode se tornar uma terra sem lei, onde qualquer coisa pode ser dita sem consequências! Além de cumprir os regulamentos do país, nossa plataforma deve ser calorosa e acolhedora para todos, onde você pode escolher a experiência desejada de acordo com suas preferências, assim como pode escolher, por exemplo, ver filmes ou jogar videogames de todas as idades até amadurecer", finalizou Musk.